Salvador teve déficit de R$ 240 milhões desde a chegada da pandemia

salvador
16.07.2020, 15:51:00
Atualizado: 16.07.2020, 15:51:15

Salvador teve déficit de R$ 240 milhões desde a chegada da pandemia

Impacto é sentido nos cofres públicos

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A crise econômica provocada pela pandemia do novo coronavírus teve forte impacto nos cofres públicos de Salvador. De acordo com um levantamento da Secretaria Municipal da Fazenda (Sefaz), o déficit fiscal já chegava a R$ 240 milhões somente até o mês de junho.

A secretaria explica que essa perda ocorre principalmente porque a prefeitura utilizou muitos recursos próprios para cobrir o déficit gerado pelo montante aplicado no combate à pandemia, como por exemplo a ampliação de leitos de UTI. A prefeitura teve de desembolsar R$ 225 milhões e ainda sofreu R$ 195 milhões de perda de receitas correntes provocadas pela redução da atividade econômica até junho. Enquanto isso, de verbas federais, Salvador recebeu no período R$180 milhões. 

Segundo apontou ainda a Sefaz, as incertezas sobre o tempo de duração da pandemia e da intensidade da crise sanitária impedem a possibilidade de vislumbrar uma eliminação deste déficit no futuro próximo.

"Salvador está conseguindo enfrentar seriamente o problema da pandemia por ter constituído, de 2013 para cá, uma situação fiscal sólida, após a atual gestão organizar as contas da Prefeitura. Por isso, economizando em outras áreas, conseguimos, por exemplo, criar mais de 400 leitos exclusivos para tratar pacientes com a covid-19. Mas o momento é preocupante, sobretudo porque a crise pode se agravar", afirmou o titular da Sefaz, Paulo Souto

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas