Samara Felippo relata racismo que filha de 8 anos sofreu na escola

em alta
14.09.2021, 18:05:35
Atualizado: 14.09.2021, 18:26:01
(Reprodução)

Samara Felippo relata racismo que filha de 8 anos sofreu na escola

Atriz disse em uma live que filha caçula contou sobre o episódio uma semana após o ocorrido

A atriz Samara Felippo, de 42 anos, afirmou que a sua filha caçula, Lara, de oito anos, foi vítima de racismo na escola. Samara fez o relato em uma live no Instagram nesta segunda (13). A atriz disse que sentiu taquicardia no momento em que a filha relatou o ocorrido.

"(Ela) veio me relatando que um amiguinho dela chamou ela de negrinha chata: 'ah, sua negrinha chata'. Só que ela veio me contar isso, sei lá, uma semana depois do ocorrido", disse Samara na live com a também atriz Carolinie Figueiredo e a escritora Thainá Briggs, autora do livro "Mães Pretas - Maternidade Solo e Dororidade".

"Me deu uma taquicardia momentânea e eu falei: 'filha, está tudo bem? Como é que você recebeu isso? Você precisa falar para a professora na hora, porque o menino branco lá que falou não pode repetir isso. Ele tem que aprender que isso é crime'", contou a atriz.

Samara diz que entrou em contato com a escola, por email, relatando o que aconteceu. Segundo Samara, a escola chamou os pais e o menino para conversarem sobre o assunto. "Eu estava até discutindo isso com o meu companheiro: 'Como é que a gente vai começar a ter uma resposta positiva da sociedade se esse menino branco chega na escola, que se diz inclusiva, antirracista, mas em casa os pais são imbecis, e ele vai repetir o que os pais estão falando", disse.

"E crianças como a minha filha e tantas crianças pretas que deixam de ir para a escola e são feridas na primeira infância, atravessadas pelo racismo...", acrescentou.

A atriz afirmou ter ficado muito irritada quando soube da situação. "E ela (Lara) é forte sabe... Eu falei: 'você está bem meu amor, está tudo bem? Você se ofendeu, se humilhou?' Ela respondeu: 'não, mamãe, eu só fiquei com vergonha de falar na hora'. Eu disse: 'mas tem que falar na hora, não só para esse corpo docente saber, ter capacidade de lidar com a situação racista, como para esse menino aprender também', completou.

As duas filhas da atriz, Lara e Alicia, de 8 e 12 anos, respectivamente, são frutos do relacionamento dela com o jogador de basquete Leandrinho. O casal se separou em 2013. ​

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas