São Marcos: homem pula de 2º andar de prostíbulo após batida de carro e morre

salvador
20.01.2022, 13:31:00
(Reprodução e Bruno Wendel)

São Marcos: homem pula de 2º andar de prostíbulo após batida de carro e morre

Teria se assustado com violência do choque: 'Na certa não achava que era tão alto assim'

Um homem morreu após cair do segundo andar de um prédio no bairro de São Marcos, na madrugada desta quinta-feira (20).  A queda aconteceu logo após um carro bater no andar térreo, onde funciona uma oficina. A suspeita da polícia é que se trate de um suicídio. Os testemunhos, contudo, apontam que a vítima, ainda não identificada, teria se assustando com o estrondo e por isso pulou da janela.

A ocorrência foi registrada na 10° Delegacia (Pau da Lima). O documento afirma que ele caiu do segundo andar, onde funciona um bar, oficialmente. Moradores e comerciante da região confirmam que, na verdade, o local é um prostíbulo.

"O que sabemos é que ele seria um cliente que estava em um dos quartos e se assustou com a força do impacto. Dizem que ele teria achado que o prédio ia cair e se jogou de vez  pela janela", contou um dos comerciantes. 

Tudo aconteceu por volta das 3h. Segundo testemunhas, um carro, modelo Toyota, desceu a Praça Júlio Rêgo em alta velocidade  e avançou a Avenida Maria Lúcia, batendo de frente na pilastra do prédio. "Foi um porrada grande. Parecia que o prédio ia cair", confirmou uma moradora. 

Na hora do impacto, o homem, que estava em um dos quatros fundo, se jogou pela janela. "Na certa, achava que não era tão alto assim", acrescenta a moradora. Ele caiu de uma altura de mais de 10 metros sobre escombros, onde havia ferros e resto de materiais de construção e lixo. "Estava sem camisa, com apenas uma bermuda azul. Ele tinha um corte imenso no couro cabeludo", detalha. 

A força do impacto destruiu parte da coluna do prédio, deixando expostas algumas vigas.  "Mas acredito que não haja problema na estrutura", disse o dono do edifício, que preferiu não revelar o nome. Ele disse que não conhece a pessoa que morreu. "Porque eu apenas aluguei o espaço . Quando o acidente aconteceu, fui logo acionado e cheguei aqui a tempo de ver o motorista do acidente. Não sei também o nome dele, mas ele ficou no local por um bom tempo até a chegada da polícia. Ele saiu com alguns machucados, mas nada grave", contou. 

(Foto: Bruno Wendel/CORREIO)

Os dois andares do prédio são alugados por uma mulher que estava ainda no local e falou rapidamente com a reportagem. "Não estava aqui também. Só sei que ele pulou do prédio com o susto", disse. Questionada se o local funciona como um prostíbulo, se o homem morto era cliente e se havia mais pessoas com ele, a mulher encerrou a entrevista. "Aí é um entra e sai de gente. As meninas aí fazem programa de domingo a domingo. Vem gente de tudo o que é canto. Já se viu bar funcionar com quartos?", reafirma um comerciante vizinho.

Uma equipe da 50ª Companhia Independente de  Polícia Militar (CIPM) foi até o local por volta das 5h30, para verificar o relato de uma tentativa de suicídio, informou a PM. Eles já encontraram o homem sem vida. Testemunhas contaram a mesma versão: que o homem pulou ao ouvir a batida do carro. A área foi isolada para perícia.

Na 10ª DT, agentes de plantão disseram que a ocorrência foi registrada como tentativa de suicídio, mas somente uma perícia irá apontar o que de fato aconteceu.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas