Sargento é preso acusado de vender droga 'gourmet' em rede social

brasil
20.02.2020, 22:57:00
Atualizado: 20.02.2020, 22:58:36
Sargento usava as redes sociais para vender drogas (Foto: Reprodução)

Sargento é preso acusado de vender droga 'gourmet' em rede social

Caso aconteceu no Distrito Federal

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um sargento da Força Aérea Brasileira (FAB) foi detido nesta quinta-feira (20) acusado de cultivar drogas e vendê-las pelas redes sociais. O caso aconteceu em Santa Maria, no Distrito Federal.

De acordo com os agentes da 1ª Delegacia de Polícia, que investiga o caso, foram encontrados vários tipos de maconha na casa do militar. As drogas eram vendidas entre R$ 80 e R$ 120 o grama.

"Na casa dele também encontramos, entre outros objetos, instrumentos utilizados para a preparação e produção de drogas, uma balança de precisão, sementes, óleos de maconha e a quantia de R$ 1.620,00", afirmou o delegado João Ataliba.

Segundo a polícia, as investigações começaram no ano passado. O sargento, que não teve o nome revelado, chegava a entregar as drogas usando o próprio carro e fardado.

Nas redes sociais, o sargento mostrava o processo de produção da droga e anunciava a venda do produto. Caso condenado, ele pode pegar de 8 a 25 anos de prisão.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas