Secretário diz ter visto Lázaro em vala; governador crê que cerco pode durar 1 mês

brasil
18.06.2021, 23:48:27
Atualizado: 19.06.2021, 00:26:53
( Reprodução/TV Anhanguera)

Secretário diz ter visto Lázaro em vala; governador crê que cerco pode durar 1 mês

'Serial killer' foi visto em chiqueiro nesta sexta, mas fugiu. Caiado mostra confiança em prisão. Chefe da SSP descarta ajuda de caçadores civis

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, disse, na noite desta sexta-feira (18) que acredita ter visto Lázaro Barbosa, de 32 anos, durante buscas na região de Cocalzinho de Goiás. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o 'serial killer do DF' foi visto em um chiqueiro nesta tarde, mas fugiu novamente para a vegetação.
 
“A visualização foi de longe. Tenho quase certeza que eu cheguei a vê-lo a 1 km de distância do outro lado de um vale. A movimentação dele foi de uma pessoa que estivesse ferida nas pernas, mas não deu para ver o resto”, disse o secretário em entrevista para a imprensa. As informações são do G1.

Saiba mais: Busca por Lázaro, o 'serial killer do DF', completa 10 dias: o que se sabe até agora

Nesta sexta, o secretário acompanhou a caçada do meio da tarde até a noite, quando retornou à base de operações. 
 
Durante a entrevista com a imprensa, uma moradora da região questionou o secretário sobre ajuda de caçadores da região, que poderiam ajudar nas buscas. Ele descartou a possibilidade.

"Eu não vou colocar paisano não profissional na atividade. Eu tenho policial para fazer isso, profissionais do mais alto gabarito do país estão aqui hoje", respondeu o secretário.

Apelo: 'Espero que ele se entregue', diz esposa de Lázaro, o 'serial killer do DF' 

Mensagem: Polícia encontra carta em esconderijo de Lázaro: 'Muitas pessoas merecem morrer'

Caiado diz que pediu cautela na operação e que buscas podem durar até 30 dias (foto: Divulgação/GovGO)

Nesta sexta-feira, a caçada, que conta com mais de 200 agentes, completou dez dias. E para o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, ela pode ser pode se estender até um mês. No entanto, ele demonstrou confiança na prisão de Lázaro.

"Eu pedi o máximo de cautela. Temos tempo. Não precisa atropelar [...] Ele está cercado, dentro da circunscrição e não vai escapar de ser capturado. Pode ter 10, 20, 30 dias", disse o governador.

Ele ainda destacou que apesar da promessa do Ministério da Justiça, até a noite desta sexta, o envio de homens da Força Nacional não foi feito. 

"Houve a promessa do envio de homens da Força Nacional, mas não foi feito oficialmente pelo Ministério da Justiça", disse o governador.

Reconheça: Lázaro Barbosa: Polícia Civil divulga possíveis disfarces do 'serial killer do DF'

Outros crimes: 'Serial killer' Lázaro é suspeito de ter matado caseiro 4 dias antes de chacina

Opinião do pai:'É um monstro', diz pai de Lázaro Barbosa, o 'serial killer de Brasília'

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas