Sem novas manchas de óleo, Abrolhos é reaberto para visitação

bahia
08.11.2019, 13:33:24
Atualizado: 11.11.2019, 17:21:29
(Divulgaçao/ICMBio)

Sem novas manchas de óleo, Abrolhos é reaberto para visitação

O parque foi fechado no dia 3, após chegada do óleo ao local

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.


O Parque Nacional Marinho dos Abrolhos, no sul da Bahia, foi reaberto nesta sexta-feira, 8, depois de não ter sido encontrado mais óleo na área de preservação ecológica. A previsão inicial era que a suspensão da visitação seguisse até a próxima quinta-feira, 14. O parque foi fechado no dia 3.

A informação sobre a reabertura da unidade de preservação foi divulgada nesta sexta pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), do Ministério do Meio Ambiente.

O chefe do parque, Fernando Repinaldo Filho, afirmou, em comunicado, não ter sido encontrado fragmento de óleo em Abrolhos e que os vestígios do material identificados no dia 2 "não produziram impacto negativo direto" na fauna e na flora da área.

As primeiras manchas de óleo no Nordeste do País foram identificadas em setembro. O número de localidades atingidas chegou a 409, segundo balanço divulgado nesta quinta-feira, 7, pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Na última terça-feira, 5, o ICMBio informou que a visitação seria estendida até o dia 14 de novembro por causa de fenômeno chamado de maré de sizígia, "que provoca uma amplitude na variação do nível do mar e mais força na circulação de correntes marinhas". Isso, segundo o instituto, poderia contribuir para o aparecimento de mais manchas.

O ICMBio, no comunicado sobre ampliação do tempo de fechamento, informou que o parque passa todos os dias por monitoramento, que envolve navios da Marinha, drone, mergulhadores autônomos, embarcações de pescadores voluntários, pesquisadores e organizações não governamentais (ONGs).


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/del-feliz-traz-o-clima-junino-para-os-leitores-do-correio/
Forrozeiro é o convidado da segunda live do jornal, neste sábado (6)
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/em-audio-neymar-xinga-padrasto-e-parca-sugere-enfiar-o-cabo-de-vassoura/
Papo revela comentários homofóbicos de jogador e preocupação com namoro da mãe, que teria sofrido tentativa de agressão de Tiago Ramos; Nadine nega
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/patroa-ajudou-crianca-que-caiu-de-predio-a-entrar-no-elevador/
Miguel, de 5 anos, morreu; petição que pede justiça tem mais de 77 mil assinaturas
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/morre-aos-85-anos-atriz-maria-alice-vergueiro-do-meme-tapa-na-pantera/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/manifestantes-ateiam-fogo-em-onibus-na-paralela-veja-video/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/rodamos-na-nova-versao-da-ranger-a-storm/
Em vídeo, jornalista automotivo analisa a cabine dupla diesel
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/idoso-de-81-anos-e-o-100o-paciente-com-covid-19-a-ter-alta-no-hospital-portugues/
Unidade comemorou liberação do homem, que deu entrada há seis dias com 50% do pulmão comprometido
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/depois-de-um-susto-targino-se-prepara-para-cantar/
Músico sofreu grave acidente de carro, mas escapou ileso e agora se prepara para fazer lives
Ler Mais