Sem Rodriguinho, Daniel se consolida no meio-campo do Bahia

e.c. bahia
22.10.2020, 05:00:00
Daniel tem sido importante para o Bahia no Campeonato Brasileiro (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

Sem Rodriguinho, Daniel se consolida no meio-campo do Bahia

Camisa 8 foi decisivo na vitória do Esquadrão sobre o Atlético-MG

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Quando chegou ao Bahia, no início da temporada, o grande destaque para a contratação de Daniel era o número de assistências que o meia conseguiu pelo Fluminense em 2019. Garçom do time carioca, ele deu 10 passes para gols em 56 jogos e chamou a atenção do tricolor baiano.

A ideia do Bahia era clara: qualificar o setor que sofreu no ano passado, já que jogadores como Guerra, Guilherme e Shaylon não conseguiram render o esperado.

O início de Daniel, ou Danielzinho, como era chamado no Fluminense, não foi empolgante. Ele até começou como titular, mas perdeu espaço ainda na gestão de Roger Machado como técnico. Com a chegada de Rodriguinho, a situação ficou ainda pior e a reserva foi consolidada.

Mano Menezes apareceu e Daniel agora dá passos tímidos rumo à titularidade - que usufruiu também nos últimos dois jogos da ‘Era Roger’. Na análise do atual treinador, ele precisa ganhar força. “Estamos buscando que todos estejam bem e preparados. Acho que Danielzinho tem que ganhar um pouquinho de força, como os demais estão ganhando essa mesma força”, disse Mano após a derrota para o Sport, por 2x1, no dia 4 de outubro.

Mas desde que Rodriguinho sofreu uma fissura no pé e virou desfalque, o camisa 8 passou a ter mais chances e tem mostrado qualidade para agarrar a oportunidade e se manter entre os titulares.

Contra o Atlético-MG, por exemplo, Daniel saiu do banco de reservas e, assim como o atacante Gilberto, foi fundamental para a virada tricolor por 3x1 em Pituaçu.

Primeiro, ele aproveitou o passe de Gregore no rebote de Everson para balançar as redes e empatar o duelo. Depois, puxou o contra-ataque e deu a assistência para Gilberto ampliar o marcador e decretar a vitória por 3x1.

De acordo com o site de estatísticas Sofascore, além do gol e da assistência, em 33 minutos o meia conseguiu ainda dois passes decisivos, uma grande jogada, mandou dois chutes no gol e acertou 90% dos passes que tentou.

Ser decisivo, aliás, tem sido uma das características de Daniel no Bahia. Na Copa do Nordeste, ele saiu do banco de reservas e mandou um chute certeiro que deu o triunfo por 1x0 contra o Confiança e garantiu o time na final.

Já no Campeonato Baiano, foi dele o gol do empate por 1x1 com o Atlético de Alagoinhas que garantiu a decisão por pênaltis na final. Nas cobranças, o Esquadrão venceu por 7x6 e faturou o tricampeonato. Ao todo, o meia soma quatro gols e uma assistência pelo clube. Desempenho que tem feito o jogador se sentir cada vez mais à vontade dentro de campo.

Descanso
Nesta quarta-feira (21), o Bahia de Daniel voltou aos trabalhos na Cidade Tricolor. Em meio a maratona de jogos que o tricolor tem enfrentado, o time vai ganhar um descanso nos próximos dias.

Como a partida contra o Fortaleza, pela 18ª rodada do Brasileirão, que seria sábado (24), foi adiada pela CBF, a equipe só voltará a entrar em campo pela Série A agora no dia 31 de outubro, quando enfrenta o Santos, na Vila Belmiro, em jogo válido pela 19ª rodada.

Antes, o Esquadrão vai atuar na Copa Sul-Americana. Pelo calendário estabelecido pela Conmebol, o jogo de ida da segunda fase acontecerá entre os dias 27 e 29 de outubro. O adversário do Bahia no torneio será conhecido em sorteio que vai ser realizado amanhã. No mesmo evento, a tabela com dia exato, horário e local da partida será detalhada.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas