Semana já registra dois casos de feminicídio no interior da Bahia

bahia
14.01.2021, 00:15:00
Atualizado: 14.01.2021, 00:15:07

Semana já registra dois casos de feminicídio no interior da Bahia

Vitimas foram mortas a facadas em Sobradinho e em Santaluz

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Mais um caso de feminicídio ocorreu no interior da Bahia. A vítima foi Mislene Limoeiro de Souza, 34 anos, que foi morta após ser golpeada várias vezes com uma faca na madrugada de terça-feira (12), na zona rural de Sobradinho, no norte da Bahia. De acordo com a polícia, o principal suspeito do feminicídio é o seu companheiro. Ele fugiu do local, está foragido e é alvo de buscas realizadas pela polícia. O caso será é apurado pela Delegacia de Sobradinho.

Ainda de acordo com informações divulgadas pela polícia, Mislene foi encontrada já sem vida após uma guarnição da 96° Companhia Independente da Polícia Militar ser chamada para auxiliar uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) que se deslocou para o local para prestar socorro à vítima.

Outro caso
Esse é o segundo caso de feminicídio registrado na Bahia nesta semana. No último domingo (10), uma mulher que não teve a identidade divulgada, de 38 anos, foi assassinada também a facadas pelo marido, que tem 60 anos, na cidade de Santaluz, na região do Sisal, na Bahia. O suspeito, que foi preso em flagrante, teria cometido o feminicídio por ciúmes.

Após cometer o crime, o homem fugiu em direção à cidade de Queimadas, mas o veículo que ele conduzia foi interceptado por policiais. O suspeito foi levado para o plantão regional da Polícia Civil em Riachão do Jacuípe, onde foi autuado em flagrante e está preso, à disposição da Justiça.


 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas