Sesi Continuum oferece séries contínuas para alunos que não concluíram o ano letivo

bahia
16.12.2020, 18:42:00

Sesi Continuum oferece séries contínuas para alunos que não concluíram o ano letivo

O projeto, que vai contemplar alunos do 5º ao 9º ano, tem investimento de mais de R$ 1,5 milhão

A pandemia da covid-19 deixou milhares de estudantes sem acesso à educação, comprometendo sua formação e a conclusão do ano letivo. Esta foi uma realidade, especialmente, para a rede pública. A maior parte das escolas municipais ou estaduais não conseguiu colocar em prática recursos de aprendizagem para oferecer condições ao estudante de participar de aulas remotas, que foi a alternativa adotada diante das medidas de isolamento social determinadas pelos órgãos de saúde.   

Com base na Resolução nº 50, do Conselho Estadual de Educação, publicada no dia 19 de novembro, que autoriza as redes e instituições de educação a adotarem um calendário contínuo no ano letivo de 2021, o Serviço Social da Indústria (SESI Bahia) decidiu implantar nas suas escolas que oferecem o Ensino Fundamental o Projeto SESI Continuum. A proposta é acolher alunos oriundos de outras redes, oferecendo a possibilidade de concluírem a série que ficou incompleta em 2020, mas já matriculados na série subsequente.    

O projeto, que vai contemplar apenas alunos do 5º ao 9º ano, vai representar para o SESI um investimento de mais de R$ 1,5 milhão na implantação das séries paralelas. A proposta prevê que as aulas de realinhamento do ano letivo de 2020 serão cursadas no turno oposto ao das aulas regulares, distribuídas numa carga horária especial complementar. A ideia é oferecer um modelo híbrido, que inclui aulas presenciais e remotas, até que os órgãos oficiais determinem a normalização das atividades integralmente presenciais.   

Para viabilizar o Projeto SESI Continuum, o SESI prevê a contratação de 65 novos professores nas áreas de Matemática, Ciências Humanas, Ciências Naturais e Linguagens. Eles atuarão exclusivamente para atender a esta demanda.   

A gerente de Educação e Cultura do SESI Bahia, Cléssia Lobo, explica que o objetivo deste projeto é dar oportunidade aos estudantes de escolas públicas de recuperarem o processo de aprendizagem se beneficiando de todas as tecnologias educacionais que o SESI Bahia oferece, inclusive, provendo infraestrutura para que o estudante da rede pública tenha acesso aos equipamentos necessários. 

“Com esta iniciativa, o SESI busca cumprir a sua contrapartida social já que o estudante terá acesso a esta formação complementar sem desembolsar nada além da mensalidade regular”, explica. Cléssia lembra que toda a proposta já está incorporada no Projeto Pedagógico da Rede, conforme a legislação do Conselho Estadual de Educação.   
 
A matrícula dos estudantes interessados em fazer parte do projeto SESI Continuum já estão abertas. O SESI reservou 520 vagas para este projeto, distribuídas por todas as escolas de ensino fundamental da capital e interior. Para se inscrever é só acessar o site da instituição, na área Ensino Fundamental. 
   

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas