Setores do turismo terão capacitação gratuita em Salvador

salvador
24.11.2021, 14:49:00
Atualizado: 24.11.2021, 18:36:16
(Foto: Nara Gentil/ CORREIO )

Setores do turismo terão capacitação gratuita em Salvador

Iniciativa quer tornar a cidade mais competitiva e 17 empresas já estão inscritas

Bares, hotéis, restaurantes, agências de viagens e outras empresas ligadas ao setor do turismo vão receber capacitação gratuita da Prefeitura de Salvador para se tornarem mais competitivas na disputa com outras cidades. O programa Quali Salvador foi apresentado, nesta quarta-feira (24), e tem como objetivo melhorar o atendimento oferecido por essas empresas a sustentabilidade dos negócios.

A Prefeitura vai oferecer consultoria técnica para assessorar as empresas participantes na adoção de modelos de gestão consagrados em normas nacionais e internacionais. Serão 20 horas de aula, com 6h de monitoria, no total. Na prática vai funcionar assim: o hotel ou restaurante vai escolher um funcionário para ser capacitado e, depois, esse funcionário vai capacitar os colegas de trabalho, com supervisão das equipes do Município.

O lançamento do programa foi realizado pelo prefeito Bruno Reis, no Hotel Fiesta, no Itaigara. Ele contou que o investimento será de R$ 2,5 milhões em parceria com o Programa Nacional de Desenvolvimento do Turismo em Salvador (Prodetur). O gestor acredita que a capacitação vai ajudar a tornar a cidade um destino ainda mais procurado.

“Salvador estar entre os três principais destinos do Brasil. Além de ser o mais recomendado pelos meios de comunicação e pelas agências de viagem, na prática, os números também confirmam isso. Salvador está entre as três cidades do Brasil mais visitadas durante o mês de outubro. Com isso, a gente está retomando todo o setor da área de turismo e a expectativa é muito grande para o verão”, disse.

Prefeito destacou a importância da parceria entre os setores (Foto: Valter Pontes/ Secom)

Bruno Reis frisou a necessidade de uma ação conjunta entre poder público e iniciativa privada para conseguir bons resultados e afirmou que os últimos dois anos fora de muitas dificuldades para todos. “Poderíamos culpar a pandemia por todos os problemas e seus efeitos colaterais, mas buscamos nos reinventar, com ações e iniciativas para deixar Salvador viva na memória das pessoas, como principal destino turístico do país”, disse.

A ocupação hoteleira de outubro ficou em 65%, percentual semelhante ao período pré-pandemia. Durante o evento foram citadas outras ações realizadas pelo Município na área de cultura, gastronomia e zeladoria da cidade. O titular da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), Fábio Mota, responsável pelo Quali Salvador, disse que objetivo é atingir os índices de qualidade estabelecidos pelas normas nacionais e internacionais.

“Vamos qualificar as pessoas para que a cidade seja mais competitiva. Toda essa ação tem a função de estabelecer Salvador como o destino número 1 do turismo do Brasil. Para alcançar isso é preciso melhorar as condições de competitividade, e para isso é necessário ações que melhorem os nossos equipamentos”, afirmou.

O objetivo é qualificar nesse primeiro momento 120 entidades, sendo que cada turma será composta por 40 integrantes. Os interessados podem fazer a inscrição através do site www. quali. salvador. ba. gov. br . Pela manhã, 17 empresas já estavam inscritas. A capacitação vai começar assim que a primeira turma for fechada.

No primeiro momento, os impactos esperados são a melhoria dos resultados operacionais, financeiros e da gestão dos impactos sociais e ambientais dos respectivos negócios. Quanto aos resultados do Quali Salvador, a Secult prevê repercussão positiva no curto, médio e no longo prazo, a depender das necessidades específicas de cada empreendimento. Mas, de uma maneira geral, em seis meses os primeiros frutos já poderão ser verificados.

“Estamos falando de melhorias no atendimento, na manipulação de alimentos, nos diversos serviços, mas especificamente em cumprir as exigências e os requisitos das ABNTs. São elas que definem quais são os requisitos, por exemplo, para que o hotel seja considerado cinco estrelas. Vamos perseguir essas metas”, disse Mota.

O programa vai oferecer também formação de Instrutores no Local de Trabalho (ILT), que atuarão como multiplicadores internos para melhorar a capacitação dos seus empregados. Será utilizado material específico desenvolvido pelo Programa Capacita, também da Secult.

Programa vai apostar na tecnologia para atrair empresas e turistas (Foto: divulgação)

Nômades digitais
Durante o lançamento do Quali Salvador a prefeitura apresentou também o Nômades Digitais. Esse programa vai oferecer facilidades para os empreendedores e profissionais que trabalham totalmente on-line e sem um local ou escritório fixo. A iniciativa oferecerá preços de hospedagem acessíveis, conexão wi-fi rápida e gratuita, espaços de trabalho em cafés e coworkings, acesso a parceiros de tecnologia, possibilidades de negócios e oportunidades de networking.

O objetivo é estimular a economia da cidade, atraindo nômades digitais para Salvador e empresas inovadoras, além de promover a capital baiana, internacionalmente, como cidade inovadora. O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH-BA), Luciano Lopes, participou do evento e destacou a importância da parceria entre a Prefeitura e o trade para o bem da cidade.

"As ações da Prefeitura têm sido muito importantes para tornar nossa cidade muito mais competitiva. Quanto mais qualificarmos a mão de obra e padronizar o serviço, vamos aumentar o fluxo de turistas e fazer de Salvador uma das cidades mais procuradas do mundo. Isso gera emprego e renda, pois Salvador é uma cidade essencialmente de serviços, todos se beneficiam com isso e só temos a crescer e melhorar", disse.

Segundo informações do site Nomad List, principal portal sobre nomadismo digital, estima-se que até 2035 exista 1 bilhão de nômades digitais no mundo. Dados da Pnad Covid, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apontaram que em novembro de 2020 havia 7,3 milhões de brasileiros trabalhando remotamente.

Durante o evento, o prefeito ainda anunciou a transformação do Forte São Marcelo, na Baía de Todos-os-Santos, no primeiro aquário municipal de Salvador e ações para recuperação dos casarões do frontispício da cidade. Além disso, serão utilizados cerca de R$ 12 milhões do Prodetur para requalificação da região das ruas da Conceição da Praia. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas