Shoppings vão funcionar de terça a sábado e bares de quarta a domingo; confira

coronavírus
01.04.2021, 11:59:05
Atualizado: 02.04.2021, 00:23:50
(Marina Silva/Arquivo CORREIO)

Shoppings vão funcionar de terça a sábado e bares de quarta a domingo; confira

Prefeitura apresentou dias e horários da retomada, que começa dia 5, para cada segmento

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Desde que a prefeitura anunciou que retomaria as atividades não essenciais a partir do dia 5 de abril o soteropolitano não falava em outra coisa. O que todos queriam saber eram quais os dias e horários em que cada serviço vai funcionar. O suspense acabou. Nesta quinta-feira (1º) foram divulgadas as regras de cada segmento. Todas as atividades vão funcionar cinco dias na semana e pelo menos 8h por dia. Confira:

De segunda até sexta-feira poderá funcionar construção civil (7h às 16h); clínicas estéticas e indústria (7h às 15h); funcionamento público não essencial (9h às 16h); escritórios administrativos e escritórios de advocacia (10h às 17h); e autoescolas (10h às 19h). Apesar da liberação a recomendação da prefeitura é de que se possível as atividades sejam mantidas em modelo home Office.

De terça-feira até sábado será a vez do comércio de rua, barbearias, salões de beleza e similares (10h às 18h); e shoppings centers, centros comerciais e semelhantes (10h às 19h). O drive thru delivery que funcionava todos os dias nos shoppings terá que obedecer os novos horários e dias de funcionamento. 

Duas observações: no caso do comércio de rua é permitido começar as atividades antes das 10h aos sábados, mas o expediente precisa ser encerrado até as 18h. No caso das barbearias e salões que funcionam em shopping centers é permitido seguir o horário do estabelecimento.

De quarta-feira até domingo abrem os bares e restaurantes (11h às 20h); e lanchonetes (7h às 15h). Os bares e restaurantes que funcionam em shoppings, mas tem acesso independente podem seguir o horário de funcionamento também até as 20h.

As atividades essenciais seguem liberadas todos os dias. São elas: supermercados,  panificadoras, delicatessens, açougues e conveniados (mas sem consumo no local); farmácias e drogarias; agências bancárias; lotéricas; laboratórios de análises clínicas; postos de combustíveis e pontos de venda de gás de cozinha; call centers; oficinas mecânicas e borracharias; cemitérios e serviços funerários; hotéis, pousadas e demais estabelecimentos de alojamento; academias de ginástica e similares; cursos livres; templos religiosos e igrejas; e serviços de saúde. Horário normal de funcionamento.  

Permanecerão fechados praias, cinemas, teatros, museus, centros culturais, galerias de arte, parques, clubes sociais, recreativos, e esportivos. As atividades continuam suspensas também em quadras e campos de futebol, espaços de eventos sociais e infantis, parques de diversão e parques temáticos, centro e espaços de convenções. 

Fases
O plano de retomada das atividades foi dividido em quatro fases. A primeira é a Roxa, quando apenas serviços considerados essenciais funcionam e os demais serviços ficam suspensos. É a fase em que a cidade está passando nesse momento e que segue até domingo (4).

A segunda fase é a Vermelha, quando as atividades não essenciais funcionam de forma escalonada, 8h por dia, com algumas restrições, fechando dois dias por semana, e com toque de recolher às 20h. Ela começa na segunda-feira (5).

As duas últimas fases são a Amarela, quando a abertura ainda será escalonada, mas o toque de recolher será às 23h, e a Verde, com aberturas escalonadas e sem toque de recolher. Ainda não há previsão de quando essas fases serão ativadas. 

Cenário 
O prefeito Bruno Reis realizou um evento virtual para detalhar a retomada das atividades. Antes de apresentar as mudanças, ele fez uma leitura do cenário atual da pandemia e mostrou dados que comprovam a queda no número de novos casos de covid-19 em Salvador, na quantidade de casos ativos, no Fator RT que mede a transmissão, e na taxa de ocupação dos leitos.

“A partir de segunda-feira voltaremos com as atividades essenciais, com a segurança necessária. Elas foram validadas com cada um dos setores [empresarias], e terão horários e dias escalonados para evitar sobrecarga no transporte público”, disse. 

Os horários de funcionamento das atividades foram elaborados com base no fluxo de chegada e saída dos funcionários. “Não estamos garantindo que não vai ter aglomeração, mas os estudos apontam que haverá uma menor pressão sobre o sistema de transporte público da maneira como elaboramos a retomada”, disse. 

O prefeito afirmou que há segurança para a reabertura, mas que poderá voltar atrás e tomar medidas mais duras se a curva da pandemia voltar a subir e existir o risco de colapso no sistema de saúde, por isso pediu que os comerciantes respeitem as medidas de segurança para evitar o contágio.

Critérios 
O detalhamento das atividades foi apresentado pela titular da Secretaria de Municipal de Desenvolvimento Econômico, Emprego e Renda (Semdec), Mila Paes, que citou o programa de análise do transporte público desenvolvido pela Secretaria de Mobilidade (Semob) como fundamental para pensar a divisão dos dias e horários de funcionamento. Ela também destacou o trabalho da Casa Civil e das lideranças empresariais.

“A gente avaliou critérios como a empregabilidade de cada setor, o impacto econômico que cada setor gera na economia da cidade, a vulnerabilidade do segmento, e a fragilidade em relação à quantidade de tempo em que ele ficou fechado ao longo do processo da pandemia. Foi esse conjunto de fatores que permitiu que a gente elaborasse o plano”, afirmou.

Para a população a retomada é uma mistura de alívio e preocupação. José Nascimento, 65 anos, está aposentado, mas tem um filho que trabalha no comércio de rua e contou que o rapaz estava agoniado.

“Ele estava em casa, sem poder trabalhar e com medo de perder o emprego. Ele tem uma filha para sustentar, então, é complicado. Mas teve reunião com o chefe ontem [quarta-feira] para discutir essa volta e ficou mais animado. Fiquei feliz, e ao mesmo tempo preocupado, com medo dele pegar essa doença”, contou.

A prefeitura frisou que os comerciantes, funcionários e clientes ainda precisam manter as medidas de proteção, como o uso de máscara, álcool gel, e distanciamento social para evitar aglomerações.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas