Simone Mendes defende pastor acusado de assediar menina: 'conheço a índole'

em alta
27.07.2021, 19:03:04
Atualizado: 27.07.2021, 19:28:22
(Reprodução)

Simone Mendes defende pastor acusado de assediar menina: 'conheço a índole'

Caso ocorreu no domingo (25) e foi registrado em um vídeo de Wesley Safadão; outras celebridades defenderam o religioso

Após o cantor Wesley Safadão defender o pastor André Vitor, depois de viralizar um vídeo mostrando o religioso abraçando e, segundo internautas, encostando nos seios de uma menina, a cantora Simone Mendes também usou as redes sociais para defender o religioso.
 
A baiana, que faz dupla com a irmã Simaria, gravou vídeos onde diz confiar no pastor. "Eu não poderia deixar de vir aqui mostrar a minha cara para deixar bem claro o amor que tenho por essa vida, que é a vida do André. Ele é um menino que me ajudou inúmeras vezes em minha vida. Conheço o André há mais de quinze anos. Foi um cara que me ajudou muito em muitos momentos", declarou.

Leia mais: Safadão sai em defesa de pastor acusado de passar a mão em menina: 'Injustiça'
 
Ele afirmou que após ter se separado, em um relacionamento anterior ao que vive com o marido Kaká, o pastor André Vitor lhe prestou apoio. Ela disse que conhece a índole do religioso.

"Ele esteve comigo em minha primeira separação. Para quem não sabe, tive um relacionamento antigo antes do meu marido Kaká. Ele me ajudou muito, esteve presente no parto do meu filho, do Henry. Esteve presente em momentos de dor, de alegria. É um cara que eu conheço a índole, que eu amo muito", continuou Simone.

"É meu amigo, meu irmão, eu confio nele. Eu confio nele. Sei que é um menino justo, menino íntegro, menino de Deus e muito amado. Então, estou passando aqui para deixar bem claro que estou do seu lado", finalizou a cantora sertaneja.

Além de Simone e Safadão, outros famosos como Bella Falconi e Thyane Dantas também saíram em defesa do pastor. Safadão voltou às redes para reforçar o apoio ao pastor, que também comentou o caso nas suas redes sociais.
 
Em vídeos publicados em seu perfil no Instagram, o religioso disse ser alvo de uma injustiça. "Ninguém jamais vai imaginar a dor dilacerante de ser acusado de uma coisa que você tem plena consciência que não é. E à medida que eu tive de ler várias postagens, vários directs, de pessoas me atacando, me criticando na minha vida. Eu sempre me doei só para amar e cuidar de pessoas", comentou André Vitor.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas