Site do Sisu ficou lento por conta de 350 mil acessos simultâneos, diz MEC

educação
23.01.2019, 04:00:00
(Foto: Agência Brasil)

Site do Sisu ficou lento por conta de 350 mil acessos simultâneos, diz MEC

Até o momento, está mantido que o prazo final para as inscrições vai até as 23h59 da sexta-feira (25), pelo horário Brasília

Quem tentou entrar no site do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) nesta terça-feira (22), primeiro dia de inscrições, enfrentou dificuldades. Em alguns momentos, o site nem sequer carregava.

O Ministério da Educação reconheceu o problema e afirmou que o Sisu "registrou uma lentidão na manhã desse primeiro dia de inscrições devido ao grande número de acessos", mas que o "sistema está em processo de normalização até o final do dia".

Pela noite, o MEC informou por meio de nota que O Ministério da Educação adotou todas as medidas para resolver a lentidão no sistema e que a recomendação da área técnica do MEC é que o estudante com dificuldade de acesso atualize a página de inscrição antes de preencher os dados. "A instabilidade foi causada por um grande volume de acessos espontâneos na rede do MEC. O sistema, que nas edições anteriores, recebia de 25 a 30 mil acessos simultâneos, registrou hoje picos de até 350 mil acessos simultâneos", diz a nota.

Até o momento, está mantido que o prazo final para as inscrições vai até as 23h59 da sexta-feira (25), pelo horário Brasília.

Uma novidade testada nesta edição do Sisu foi a divulgação da nota de corte para todos os cursos em quatro momentos (7h, 12h, 17h30 e 20h). No sistema anterior, a divulgação dos resultados se limitava a um horário (meia-noite), a partir do segundo dia de inscrição.

A divulgação em quatro horários se repetirá até sexta-feira, dia 25. A divulgação da nota de corte à meia-noite será mantida até quinta-feira, dia 24.

O processo seletivo, aplicado desde 2010, é o mecanismo utilizado por universidades públicas para oferecer vagas a estudantes que realizaram o Exame Nacional de Ensino Médio (Enem).

Além de ter feito a edição de 2018 do exame, os candidatos precisam ter alcançado nota superior a zero na prova de Redação. Para a edição do primeiro semestre de 2019, serão ofertadas 235.476 vagas em 129 instituições de ensino superior de todo o País.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas