Sofrência com estilo: cantora Cris Mel lança novo álbum no CORREIO

entretenimento
22.05.2018, 06:00:00
Atualizado: 22.05.2018, 06:26:29
O trabalho é o quarto disco de estúdio na carreira solo e o quinto lançado desde que decidiu investir no trabalho individual (Marina Silva)

Sofrência com estilo: cantora Cris Mel lança novo álbum no CORREIO

Novo trabalho da cantora tem a participação de Léo Reis e Tays Reis

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O melhor da sofrência numa versão bem feminina e empoderada. Essa é a proposta do novo álbum da cantora itabunense Cris Mel,32, encartado hoje no Jornal CORREIO. “Essa parceria foi uma grata surpresa e espero que seja a primeira de muitas outras”, diz a cantora que foi ex-vocalista do Gera Samba.
Com 12 canções inéditas, o novo álbum de trabalho, entitulado #Efeito do Álcool, também batiza a principal música do CD e foi composta pelos baianos Matheus Keneddy, Kevin Jone e Caique Ventura, a canção tem clipe no canal Sua Música, no YouTube. No disco, Cris contou com as participações de Léo Rios(da dupla Léo Rios e Naldinho), na canção Marcas de Batom, e Tays Reis(Vingadora) em Solteiraça. “As canções foram selecionadas depois de uma pré- seleção que lançamos nas redes sociais. Foi uma loucura porque recebemos material de todo o Brasil e tinha muita canção interessante, mas conseguimos limitar a escolha”, esclarece Cris. 
Com 18 anos de carreira (ela começou a cantar profissional aos 14 anos), a cantora vem de uma geração de artistas do sul da Bahia, a exemplo de Alinne Rosa e Mari Antunes, com vasta experiência nos mais variados gêneros musicais, em especial o forró e o samba. “Comecei com bandas bailes Nossa Barca, Vera Cruz e o Lordão, que foi uma escola sensacional, afinal é uma banda com 60 anos, e o Gera Samba me permitiu experimentar toda extensão do samba na Bahia, no entanto, acredito que no sertanejo romântico tenha descoberto minha essência”, conta a cantora que tem uma vivência muito especial com o gênero durante os dez anos que morou no interior de São Paulo, mais próxima da família do avô, que não dispensava as modas mais tradicionais. “Amo música em geral, mas é o sertanejo que me toca de modo muito especial”, completa emocionada.  
 Projetos
Para esse semestre não faltam projetos, propostas e Cris Mel participa do Programa Forrobodó, da filiada regional da Rede Globo em Fortaleza, além de uma agenda lotada de shows em cidades baianas com tradição de São João, a exemplo de Amargosa, Ibicuí, Ipirá. “Vamos explorar o nordeste nesse primeiro semestre e ganhar o Brasil no segundo”, avisa a cantora, que será participação no Programa Encontro, de Fátima Bernardes, após o São João. Para Salvador, a cantora começa a negociar a presença e conciliar a agenda para apresentações em casas como o Coliseu do Forró e o Armazém, em Villas.`"É claro que não podemos esquecer Salvador, mas por enquanto, ainda encontramos algumas dificuldades em estruturar uma logística de shows na capital", esclarece.
Apesar da veia artística ter sido despertada desde a adolescência, Cris Mel nunca se deslumbrou com o caminho que teria pela frente e investiu numa carreira tradicional em paralelo, tanto que a moça é enfermeira de formação e está fazendo uma segunda graduação na área da educação física. “Gosto muito dos cuidados e da assistência ao outro, por isso, aliado à música, acho a área de saúde tão importante”, completa.  Atualmente, a cantora comanda a carreira de Feira de Santana, onde reside, e diz que sofre muito com as separações da ‘filha canina’ Melzinha, uma shi-tzu de sete meses, que herdou o nome artístico.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas