Soteropolitanos aproveitam corujão da 3ª dose para tirar o atraso do esquema vacinal

salvador
14.02.2022, 21:51:00
((Foto: Paula Fróes/CORREIO))

Soteropolitanos aproveitam corujão da 3ª dose para tirar o atraso do esquema vacinal

Mais de 12 mil pessoas se imunizaram com a dose de reforço nesta segunda (14)

Na correria do dia a dia, com trabalho e estudo, muitos soteropolitanos não conseguem se vacinar com a dose de reforço da vacina contra a covid-19, já que os pontos de vacinação costumam encerrar suas atividades às 16h. Hoje, depois das 18h, quando a estudante Pâmela Conceição, de 19 anos, passou pela UBS Ramiro de Azevedo, no Campo da Pólvora, ela aproveitou que o local estava vazio e garantiu logo a 3ª dose do imunizante. 

CONHEÇA O CORREIO AFRO
 
A estudante de técnica em enfermagem já estava com a dose de reforço atrasada, mas, para diminuir a quantidade de pessoas com doses em atraso, nesta segunda-feira (14), a prefeitura de Salvador realizou o corujão da vacinação e estendeu o horário de funcionamento de quatro pontos de imunização, das 8h às 21h. "Eu sabia que ia ter uma brecha e pensei: 'Vou esperar só mais um pouquinho, porque vai ficar mais vazio e eu vou'. Dito e certo, hoje vacinei em menos de cinco minutos”, relatou a jovem. 
 
E não foi só Pâmela que aproveitou o ponto de imunização no período noturno. A cozinheira autônoma Fernanda Alves, 36, estava com a 3ª dose atrasada há uma semana porque o horário de vacinação não batia com seu horário de trabalho. Ela até tentou ir nos postos duas vezes, mas a fila estava muito grande.

"Hoje eu consegui vir porque eu trabalhei no final de semana e hoje eu trabalhei até as 16h. Esse horário extra foi maravilhoso, peguei uma fila de quatro minutos", contou a chefe de cozinha. 

 No outro ponto de imunização, no 5º Centro de Saúde, nos Barris, a auxiliar de loja Amenaide Pereira, 47, se emocionou ao garantir a sua terceira dose e também a do marido, o motorista José Edilson, 55. Os dois estavam com a vacina atrasada há quase dois meses e se imunizaram depois de 40 minutos de fila dentro do carro. 
 
Já a secretária Iraci Pereira estava com a dose atrasada há um mês e saiu direto do trabalho para o 5° Centro de Saúde. Como pedestre, ela enfrentou uma fila de 40 minutos. Já o autônomo José Wilson, 42, que esperava em uma moto para garantir a 3ª dose do imunizante, ficou na fila por quase duas horas. “Eu vim hoje para aproveitar a oportunidade, né? Porque antes eu não podia porque meu horário de trabalho não permitia”, explicou. 

José Wilson, 42, autônomo
José Wilson, 42, autônomo (Foto: Paula Fróes/CORREIO)
(Foto: Paula Fróes/CORREIO)
Amenaide Pereira, 47, auxiliar de loja
Amenaide Pereira, 47, auxiliar de loja (Foto: Paula Fróes/CORREIO)
(Foto: Paula Fróes/CORREIO)
(Foto: Paula Fróes/CORREIO)
(Foto: Paula Fróes/CORREIO)
(Foto: Paula Fróes/CORREIO)
(Foto: Paula Fróes/CORREIO)

 
Nesta segunda-feira, a vacinação foi estendida para a oferta exclusiva da dose de reforço contra a covid-19 às pessoas com 18 anos ou mais. Até as 21h25 de hoje, 12.073 soteropolitanos já tinham garantido a 3ª dose contra a doença. Vale ressaltar que, na última quinta-feira (10), mais de 545.718 mil pessoas com 18 anos ou mais estavam atrasadas com a dose de reforço na capital baiana.


Nessa terça-feira (15), a prefeitura vai disponibilizar a 1ª dose do imunizante CoronaVac na repescagem de pessoas com 18 anos ou mais, e também para crianças e adolescentes com idade entre 6 e 17 anos, exceto para quem tem comorbidades e deficiência permanente. Gestantes e puérperas também terão acesso à 1ª dose com o imunizante Pfizer. A 2ª e 3ª doses também serão administradas, de acordo com os aprazamentos para cada público.

*Com supervisão da subeditora Fernanda Varela

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas