Soteropolitanos aproveitam para fazer ‘fezinha’ em lotérica premiada

salvador
20.05.2022, 17:22:00
O servidor público Fernando Barros costuma apostar na lotérica (Arisson Marinho/ CORREIO)

Soteropolitanos aproveitam para fazer ‘fezinha’ em lotérica premiada

Aposta vencedora da Quina, em unidade da Avenida Vasco da Gama, paga R$ 13,4 milhões

Sorte no amor ou no jogo? Há quem diga que com mais de 13 milhões na jogada fica fácil escolher. “Todo dia eu faço minha fezinha. Já que no amor não está rolando nada, vamos contar com a aposta. Com essa bolada, o amor vem correndo atrás da gente”, brincou Joice Cris Almeida, 35, em frente à lotérica que premiou uma aposta no valor de R$ 13.401.605,74. 

Um soteropolitano sortudo acertou sozinho as cinco dezenas do concurso 5.857 da Quina e ganhou essa bolada. A aposta foi feita na lotérica Santa Fé, que fica na Avenida Vasco da Gama. As dezenas sorteadas foram: 06, 14, 39, 68, 72, de um bilhete no valor de R$ 2,00 - uma aposta simples. 

A identidade do ganhador não foi revelada. De acordo com o gerente do estabelecimento, Luís Lago, a característica de aposta pequena o faz suspeitar de vários clientes. “Provavelmente é o perfil de uma pessoa que faz apostas simples e está sempre apostando nos mesmos números”, suspeita Luís. 

O sorteio do concurso foi na quarta-feira (18) no Espaço Loterias Caixa, em São Paulo. Justamente no dia em que o servidor público Fernando Barros, 49, fez a sua fezinha em outra lotérica. “Eu faço todo dia aqui e na quarta eu não fiz. Eu estava no Centro, passei por uma lotérica e decidi fazer o jogo lá mesmo, por medo de não chegar aqui [lotérica Santa Fé] a tempo”, lamentou.

Confiante de que o ditado popular “um raio não cai duas vezes no mesmo lugar” não vale para tudo, ele foi até a lotérica para tentar provar que a sorte é capaz, sim, de cair mais de uma vez no mesmo lugar. “Não foi minha, mas ainda tem chance de ser, por isso eu vim logo aqui, enquanto a sorte ainda está fresca”, disse Fernando, com fé.

Apesar de o valor em milhões ser novidade como prêmio no local, errado ele não está completamente errado. Franciele Sapucaia, 30, é atendente da lotérica há 3 anos e contou que um prêmio de R$ 400 mil já saiu de lá, antes de ela começar a trabalhar no local, o que não a impediu de atender o ganhador de outra premiação de milhares de reais. Desta vez, de R$ 16 mil. 

Ela não tem o hábito de jogar, mas depois da onda de sorte do local, planeja mudar de ideia. “Eu nunca aposto, mas agora vou ter que crer. A pessoa jogou só R$ 2, rapaz. Eu fiquei sabendo ontem de noite e não consegui nem dormir direito, parece que quem ganhou fui eu”, contou Franciele.  

Apostadores correm para a lotérica Santa Fé, na Avenida Vasco da Gama (Emilly Tifanny Oliveira/ CORREIO)

O prêmio ainda não foi retirado, mas provavelmente isso não teria ocorrido se a ganhadora tivesse sido Ana Rita, 51, que aposta com frequência na lotérica, por acreditar que ela seja abençoada. “Já aposto aqui, porque essa casa é abençoada. Sempre tem uns ganhadores, tenho uns três vizinhos que já ganharam”, disse.

Um jogo de Quina simples faturou o prêmio de mais de R$ 13 milhões (Emilly Tifanny Oliveira/ CORREIO)

Nem seu Cícero Rodrigues, 62, que trabalha há 12 anos no centro empresarial em que a lotérica está localizada, resistiu à notícia da premiação. Entre um intervalo e outro, ele foi ao estabelecimento fazer um jogo da Quina. 

“Eu acho que, se ganhasse, deixaria o dinheiro na conta por um tempo, só rendendo. Você não consegue nem gastar o rendimento todo. Agora eu vou jogar mais, para ver se essa sorte vem para mim”, contou Cícero . 

O mistério que paira sobre a identidade do ganhador pode ser explicado pelo fato de que o prêmio não é retirado na lotérica, mas sim na Caixa Econômica Federal, como afirma o gerente. “O prêmio é retirado aqui até um pouco mais de R$ 1.800, acima desse valor você só retira na própria agência da Caixa”, explicou Luís. Quem será que ganhou?

*Com orientação da subchefe de reportagem Monique Lôbo
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas