Sucesso: em campanha de Dia das Mães, teve até leitor que comprou 11 exemplares do CORREIO com o copo

salvador
07.05.2021, 16:50:00
Atualizado: 07.05.2021, 19:17:59
O comerciante Celso Mota da Cruz saiu com o carro cheio de copos e jornais do CORREIO (Foto: Arisson Marinho/CORREIO)

Sucesso: em campanha de Dia das Mães, teve até leitor que comprou 11 exemplares do CORREIO com o copo

O comerciante Celso Mota da Cruz vai presentear as mamães que conhece

Não apenas uma, mas 11 mamães serão presenteadas pelo comerciante Celso Mota da Cruz, 54 anos, neste domingo (9). Isso porque ele comprou 11 exemplares da edição impressa do jornal CORREIO junto com o copo especial em comemoração ao Dia das Mães, nesta sexta-feira (7), na banca de jornal Marback, na Boca do Rio.

“Eu já não tenho mais a minha mãe viva, então eu procuro presentear outras mamães que eu conheço, como a minha irmã e outras que merecem. É um copo bonito e uma boa lembrança. A pessoa que recebe sente que foi lembrada, que teve atenção no Dia das Mães”, contou Celso. 

Nesta sexta-feira, o CORREIO encartou um copo em celebração ao Dia das Mães junto com o jornal (Foto: Arisson Marinho/CORREIO)

E essa não é a primeira vez que ele sai com uma torre de copos e uma resma de jornais da banca. Atento às promoções do CORREIO, Celso sempre liga antes para a dona da banca para reservar seus exemplares. “Eu sempre compro. Ligo, reservo e sempre levo 11 copos. Da outra vez eu comprei os copos azuis da água. Dei pra várias pessoas, agora só tenho dois, o meu e mais um”, revelou.

Até às 11h, quase todos os pontos de vendas já estavam com os copos esgotados (Foto: Arisson Marinho/CORREIO)

O comerciante não foi o único a garantir o presente. Até as 11h desta sexta-feira, quase todos os pontos de vendas já estavam com os copos esgotados. “Percebemos que os leitores já esperam uma ação do CORREIO nessas datas tão importantes. A procura foi muito boa e um sucesso como das outras vezes”, comemorou Mara Salmeron, gerente de mercado leitor do CORREIO. 

Josefa Felix, dona da banca de jornais Marback, na Boca do Rio, sabe bem o que isso significa. Segundo ela, sempre que tem uma promoção, os jornais acabam muito rápido. "Tenho sempre lista de clientes que me pedem pra separar", contou. O comerciante Celso é um desses clientes. "Ele compra o CORREIO diariamente e, quando tem copo, ele pega bastante. O anterior ele pegou dez, hoje comprou 11", celebrou. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas