Sujo de óleo, filhote de tartaruga é encontrado morto em Vilas do Atlântico

bahia
19.10.2019, 07:08:00
Atualizado: 19.10.2019, 07:51:06
(Guardiões do Litoral/Divulgação)

Sujo de óleo, filhote de tartaruga é encontrado morto em Vilas do Atlântico

Mutirões acontecem neste sábado (19)

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um filhote de tartaruga foi encontrado morto na manhã deste sábado (19), em Vilas do Atlântico, Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). O animal estava completamente coberto pelo óleo que tem poluído as praias da região Nordeste.

A tartaruga, encontrada por voluntários por volta das 5h30, estava na região da Barraca Buraco Da Velha, na Rua Praia de Grumari. De acordo com o último levantamento divulgado pela Limpurb, pelo menos 81 toneladas do material tóxico já haviam sido recolhidas na capital baiana desde o primeiro aparecimento de manchas, no dia 10 de outubro.

Como ainda não foi recolhido, o animal não está, por enquanto, na lista de óbitos na fauna marinha do Projeto Tamar. Segundo levantamento feito pelos pesquisadores, desde que o óleo chegou à Bahia foram registrados outros 10 bebês de tartarugas mortos e dois resgatados com vida em áreas monitoradas. Além disso, foram registrados os encalhes de duas tartarugas-oliva (Lepidochelys olivacea), uma sub-adulta e outra adulta, e uma de tartaruga-cabeçuda (Caretta caretta) juvenil.

"É importante ressaltar que, embora as tartarugas tenham interagido com o óleo, não é possível afirmar que esta foi a causa do óbito destes indivíduos", disse o Tamar por meio de nota.

Já o Ibama registrou duas tartarugas mortas, sendo uma em Salvador, na Praia da Pituba, e outra em Jandaíra, além de outras duas resgatadas com vida, sendo uma em Jandaíra e outro no Conde. O órgão federal também registrou uma ave resgatada com vida em Maraú.

Em toda a região Nordeste, o Ibama contabiliza 29 animais afetados. Destes, são duas aves mortas e uma viva, 11 tartarugas marinhas vivas e 15 mortas, além de 486 Filhotes de tartarugas marinhas capturadas preventivamente.

Mutirões
Para tentar ajudar na coleta deste material, um grupo de voluntários realiza mutirões neste sábado, a partir das 9h. Para participar, basta chegar ao local, mas é importante utilizar equipamentos de proteção, como sapatos fechados e luvas de PVC. 

Em Salvador e RMS, as ações acontecerão em pontos estratégicos - ou seja, nos locais que foram mais afetados. Neste sábado, a limpeza será feita na Praia da Pituba (perto da colônia de pescadores); na Pedra do Sal (Rua das 7 Casas, final da rua); em Ipitanga (em frente ao Centro Panamericano de Judô); e Corsário (estacionamento em frente ao Parque de Pituaçu).

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas