Superação: conheça a história de quatro modelos do Afro Fashion Day

bazar
29.11.2017, 18:45:00
Atualizado: 30.10.2018, 08:14:58

Superação: conheça a história de quatro modelos do Afro Fashion Day

"Acho importante mostrar que os jovens criados em orfanato nem sempre vão para o crime", declara a modelo Adriana Quintiliano, que foi criada em um orfanato

O Correio oferece acesso livre a todas as notícias relacionadas ao coronavírus. Entendemos que informação séria e confiável é importante nesse momento. Colabore para que isso continue. Assine o Correio.


(Foto: Thiago Borba/Divulgação)

Karine Guimarães, 29 / @karineguimaraes19
Nascida e criada no Nordeste de Amaralina, aos 16 anos saiu da casa dos pais para morar sozinha. O motivo? Maria Luiza, que hoje tem 13 anos. “Ela é uma menina linda. Engravidar me fez criar responsabilidade, me amadureceu”, conta ela, que  cria a menina sozinha. Com vitiligo desde os 6 anos, Karina nunca se sentiu inferior por conta disso. Bullying? Também não sofreu. “Eu tocava o terror na escola, era amiga de todo mundo”, relata. Descoberta por um olheiro, começou a carreira fazendo propaganda de cerveja. “Meu sonho é mostrar o vitiligo sem vitimismo. Minhas conquistas são pelo meu talento, não pela minha pele”, diz.

(Foto: Thiago Borba/Divulgação)

Drica Quintiliano, 28 / @dricaquintiliano 
A moça de 1,75m nasceu em Salvador. Porém, só foi conhecer a cidade aos 18 anos, quando saiu do orfanato Lar da Criança, na Vila Laura, onde nasceu e foi criada. “Eu inventei uma realidade, era tudo imaginário. Quando saí, não sabia o que fazer”, relata. Sem família, foi trabalhar nas ruas como estátua viva. Nesse período, chegou a ser agredida e ficou internada na UTI do HGE. A volta por cima veio aos 21 anos, quando começou a atuar como modelo e entrou no site de cultura Aldeia Nagô, onde já está há 7 anos. Hoje, Adriana  cursa design e quer escrever uma biografia: “Acho importante mostrar que os jovens criados em orfanato nem sempre vão para o crime”.

(Foto: Thiago Borba/Divulgação)

Luana Ferreira, 20 / @luanardb  
Iniciada no candomblé há dois meses e filha de Yewá, “a orixá da transformação”, Luana foi criada pela avó, dona Nalva. Em 2014, quando ela faleceu, precisou sair de casa. E não tinha para onde ir, até que foi acolhida pelo terreiro Ilê T’Omin Kiosísé Ayó, onde Mãe Iara de Oxum a recebeu como filha. “Não tinha dinheiro nenhum. Entrei sem nada”, relata. Apaixonada por moda desde pequena, o sonho de Luana era desfilar, mas o desejo não era somente dela. “Minha avó sonhava junto comigo. Ela se foi, mas estou realizando o que ela sempre quis”, conta a jovem, que está se preparando para abrir uma produtora que, assim como sua orixá, vai se chamar Yewá.

(Foto: Lucas Assis/Divulgação)

Evan Salvador, 27 / @evansalvador27 
Formado em enfermagem, ele nunca trabalhou com isso. Longe dos hospitais, o sucesso veio de outro lugar: é campeão baiano de karatê e coleciona 25 medalhas. “Comecei a praticar quando tinha 12 anos e continuo lutando até hoje, sou faixa marrom”, relata. Fora dos tatames, Evan trabalha como modelo desde 2016. Se  não estiver em frente às câmeras ou vestindo kimono, pode procurar na Igreja. “Sou católico praticante”, conta ele, que mora sozinho no Lobato. Filho caçula de Maria Edna, vive longe da mãe e das irmãs, que moram  na Chapada Diamantina. “Se deixar, mainha me liga 24 horas por dia. É um grude!”, conta.

***

O CORREIO entende a preocupação diante da pandemia do novo coronavírus e que a necessidade de informação profissional nesse momento é vital para ajudar a população. Por isso, desde o dia 16 de março, decidimos abrir o conteúdo das reportagens relacionadas à pandemia também para não assinantes. O CORREIO está fazendo um serviço de excelência para te manter a par de todos os últimos acontecimentos com notícias bem apuradas da Bahia, Brasil e Mundo. Colabore para que isso continue sendo feito da melhor forma possível. Assine o jornal.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/nadal-grava-video-para-grupo-que-esta-confinado-em-sua-academia/
Tenista abriu o espaço para a quarentena de jovens alunos, jogadores e funcionários
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/carro-pega-fogo-perto-do-antigo-centro-de-convencoes-veja-video/
Corpo de Bombeiros esteve no local e incidente não deixou feridos
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/danca-com-caixao-em-funeral-viraliza-na-web-veja-meme-feito-em-gana/
Brincadeira circula nas redes sociais e ajuda a aliviar tensão da quarentena
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/como-fazer-um-ovo-de-pascoa-em-casa-o-correio-te-conta/
Especialistas ensinam como fazer o melhor ovo de páscoa de dentro da sua cozinha
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/coronavirus-veja-quais-as-areas-do-carro-que-precisam-de-maior-cuidado/
Jornalista automotivo fala sobre limpeza e como manter o veículo guardado durante a quarentena
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/surto-de-lives-na-quarentena-transmissoes-ao-vivo-se-tornaram-comuns-e-ate-memes/
Confira também uma lista de perfis para acompanhar os 'ao vivo'
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/autor-de-video-compartilhado-por-bolsonaro-pode-pegar-6-meses-de-prisao/
Gravação trazia informações falsas sobre desabastecimento de alimentos
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/abner-pinheiro-publica-foto-com-bebe-nunca-vou-desistir-de-voce/
Briga após influencer baiano descobrir que não é o pai de sangue de bebê foi o assunto mais comentado nas redes sociais
Ler Mais