Suspeito de assaltos a banco é preso em Valéria durante operação policial

salvador
09.04.2018, 19:14:20

Suspeito de assaltos a banco é preso em Valéria durante operação policial

Um outro criminoso com um carro de placa clonada também foi capturado

O suspeito de praticar assaltos a banco Joselito Lima Antunes foi preso em flagrante durante a Operação Valéria II, realizada durante esta segunda-feira (9) por policiais militares, civis e rodoviários federais. Como ele estava sem documentos, policiais militares foram até a sua casa, onde apreenderam pouco mais de R$ 300 em notas manchadas, roubadas de um caixa eletrônico atacado por ele e comparsas. Toda vez que uma máquina de autoatendimento deste tipo é violada, o sistema de segurança solta uma tinta rosa característica. 

Foto: Divulgação
Na casa de Joselito foram encontrados masi de R$ 300 em notas manchadas. (Foto: Divulgação/ SSP-BA) 

No imóvel, oito celulares foram também apreendidos. Em um deles, o criminoso pergunta a outro comparsa se “as puta já saio da favela”, referindo-se de maneira ofensiva aos policiais que estavam realizando a operação nos bairros de Palestina e Valéria.

“Essa conversa no WhatsApp mostra como a resposta à criminalidade tem de ser promovida com força total e unindo as polícias. Todos estão de parabéns pelos resultados”, declarou o secretário da Segurança Pública, Maurício Barbosa.

Foto: Divulgação
 Joselito se referiu a policias com palavras de baixo calão em conversa pelo aplicativo Whatsapp. (Foto: Divulgação/ SSP-BA)

No final do dia, Uelisson Ferreira Neri foi abordado e preso com um carro modelo Sandero, usando placa clonada. Após checagem, os policiais descobriram que o automóvel era roubado.

“Sabemos que o tráfico de drogas está por trás também de outros crimes e unimos esforços contra esta quadrilha”, comentou o comandante da Operação Apolo, major PM André Borges. O titular da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos, delegado Marcelo Tânus, por sua vez, explicou que os veículos localizados foram assaltados na região de Simões Filho. “Tem mais gente envolvida e estamos trabalhando para chegar em cada um deles”, enfatizou.

Balanço
A operação, que contou também com ações preventivas, abordou 600 pessoas, cerca de 300 veículos e pontos de ônibus. O comandante da Operação Apolo, major André Borges, e o titular da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos (DRFRV), delegado Marcelo Tânus, ressaltaram a integração entre as forças de segurança estadual e federal.

A operação integrada entre polícias Militar, Civil e Rodoviária Federal (PRF), Valéria II, prendeu três suspeitos durante esta segunda-feira (9). Entre eles, o líder de uma quadrilha de tráfico de drogas e roubo a veículos na Palestina, o Dudu. 

O primeiro a ser encontrado, no início da manhã, foi Eduardo dos Santos Rodrigues, o Dudu, que chefia a venda de entorpecentes, no bairro da Palestina, e ordenava roubos a veículos na BR-324. Com ele os policiais encontraram uma pistola calibre 40, munições de calibre 380, uma caderneta com anotações de movimentação do tráfico e uma motocicleta roubada, usada para transitar pelo bairro.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), o criminoso foi interceptado quando pulava o muro de uma casa, reagiu atirando e foi acertado no joelho. Dudu foi encaminhado para o Hospital do Subúrbio.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas