Suspeito de atirar na cabeça da mulher e mantê-la em cárcere privado e preso

bahia
26.01.2021, 13:44:00
Atualizado: 26.01.2021, 13:46:19
(Reprodução)

Suspeito de atirar na cabeça da mulher e mantê-la em cárcere privado e preso

Crime foi em Santo Antônio de Jesus. Ele tentou curar ferimento com ervas

Um homem acusado de manter a mulher em cárcere privado por 15 dias depois de ter atirado na cabeça dela foi preso na segunda-feira (25) em Santo Antônio de Jesus, no Recôncavo.

Segundo a Polícia Civil, o acusado atirou na mulher na frente da filha de 5 anos. Depois disso, ele usava um preparado com folhas para tentar curar e cicatrizar o ferimento, sem permitir que a companheira saísse de casa para buscar socorro. A mulher foi encontrada ferida pela mãe e pela irmã, que foram até a casa procurá-la e então buscaram ajuda. O caso foi registrado no Núcleo Especial de Atendimento á Mulher (Neam) da 4ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin).

As testemunhas disseram qeu as agressões verbais e físicas eram comuns na relação e que o relacionamento era mantido à base de ameaças de morte. “Ele andava pela casa com a arma de fogo na cintura para intimidar a vítima e costumava ligar um aparelho de som no último volume, para evitar que os vizinhos escutassem os gritos e pedidos de socorro”, diz a delegada Patricia Jackes.

A investigação mostrou que em 2019 o agressor chegou a atirar contra um veículo em que a mulher estava, acertando um dos disparos no pé da filha mais velha dela, então com 12 anos.

Ele teve a prisão solicitada pelos crimes de cárcere privado e tentativa de feminicídio. Detido, ficará custodiado à dsposição da Justiça;

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas