Suspeito de cobrar propina em cartório é intimado a depor

salvador
23.10.2009, 08:05:44

Suspeito de cobrar propina em cartório é intimado a depor

Leitor do CORREIO deixou pista para policiais através de um comentário aqui no site

Os leitores do CORREIO ajudaram a Polícia Civil a identificar a casa de um dos suspeitos de envolvimento na cobrança de propinas em um cartório de Salvador. Na quarta-feira (21), policiais da Delegacia de Crimes Econômicos e Contra a Administração Pública (Dececap) entregaram uma intimação na casa do homem de prenome Jonas, que dizia ser oficial de justiça. Ele levou a reportagem até a escrivã do 5º Tabelionato de Notas, Maria Rita Cruz, que cobrou R$50 “por fora” para agilizar uma procuração. Jonas recebeu R$ 30.

O TJ garantiu que ele não faz parte dos quadros de oficiais de justiça do órgão. “Um leitor nos deixou uma pista na seção ‘comentários’ da matéria e conseguimos entregar a intimação para a esposa de Jonas, que está sumido do cartório no Comércio. Ele deve ser interrogado no dia 5”, explicou a delegada Marta Monteiro.

Há mais de quatro meses, o CORREIO denunciou a cobrança de propina em cartórios de Salvador. Nenhuma punição foi aplicada às servidoras que continuam trabalhando no 10º e 5º Tabelionatos de Notas. Os vídeos com o flagrante estão no site do CORREIO.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas