Taxista é baleado durante tentativa de assalto em São Cristóvão

salvador
28.05.2020, 10:30:00
Atualizado: 28.05.2020, 11:24:34

Taxista é baleado durante tentativa de assalto em São Cristóvão

Bala ficou alojada no pulmão; vítima aguarda cirurgia

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O taxista Leonardo Santos dos Prazeres, 37 anos, foi baleado, por volta das 18h de quarta-feira (27), na Avenida São Cristóvão, no bairro São Cristóvão, durante uma tentativa de assalto. De acordo com informações do presidente da Associação Geral dos Taxistas (AGT), Denis Paim, a vítima foi chamada para uma corrida no bairro, na localidade Planeta dos Macacos e lá tentaram levar o carro dele. Ao reagir, o taxista foi atingido por três tiros. Uma das balas perfurou o pulmão. O estado de saúde dele é considerado grave.

(Foto: Reprodução)

Ainda segundo informações de Paim, após ser alvejado o taxista conseguiu fugir pela via principal de São Cristóvão, e chamou a atenção da polícia. "Nosso Colega está lúcido, porém sentindo muitas dores. Ele continua hospitalizado, aguardando a remoção da bala do pulmão", informou Paim. Em nota, a Polícia Militar informou que o Centro de Comunicação Integrada (Cicom), órgão da Secretaria de Segurança Pública (SSP) acionou uma equipe da 49ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/São Cristóvão) para atender uma ocorrência com vítima de disparos de arma de fogo.

Ainda de acordo com informações da PM, a vítima foi socorrida e encaminhada para o Hospital Menandro de Farias. Não há informações sobre o estado de saúde. A autoria e motivação do crime serão investigadas pela Polícia Civil. Segundo informações da AGT, na noite de quarta-feira mesmo o veículo da vítima foi removido para o pátio da 12ª Delegacia (Itapuã), que vai ficar responsável pela investigação do caso.  Segundo Paim já são 36 taxistas assaltados em Salvador esse mês - seis carros foram levados. Houve ainda  um latrocínio. Este ano, são cinco taxistas mortos.

Esse é o segundo caso de violência contra taxista no intervalo de uma semana. No dia 21 de maio, o taxista Paulo Santos Silva, 61, foi morto apó ser surpreendido por um assaltante que pedia dinheiro e celular no ponto de táxi onde ele atuava há mais de 10 anos, na Sete Portas. 

Após se recusar a dar o aparelho, Paulo foi agredido com golpes de barra de ferro e morreu momentos depois no Hospital Geral do Estado (HGE).

O crime ocorreu por volta das 8h de quinta-feira (21) em frente ao mercado RedeMix na Sete Portas. A morte de Paulo é investigada pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas