Taxista sofre acidente após ser espancado por assaltante em Amaralina 

salvador
21.04.2018, 11:12:00
Atualizado: 21.04.2018, 11:12:32

Taxista sofre acidente após ser espancado por assaltante em Amaralina 

O ladrão, que fugiu depois do acidente, levou o celular, carteira, dinheiro e documentos do taxista

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Taxista bateu no poste durante o assalto
Foto: Leitor CORREIO/Via WhastApp

O taxista Josué Bastos de Araújo, de 52 anos, sofreu um acidente na manhã deste sábado (21) durante um assalto no bairro de Amaralina, em Salvador. 

De acordo com  Ademilton Paim, presidente da Associação Geral dos Taxistas (AGT), Josué pegou o passageiro por volta das 6h30 no Rio Vermelho.  "O passageiro disse que a corrida era para o Imbuí, mas quando chegou na altura do quartel do Exército em Amaralina ele anunciou o assalto. Ele começou a bater no taxista que desmaiou e bateu o carro no poste. O ladrão deu vários socos nele e espancou com força", afirmou Denis. 

O taxista - que conduzia um voyage de alvará A 3902 -  foi levado para o Hospital Geral do Estado com escoriações no corpo. Seu estado de saúde é considerado estável. O ladrão, que fugiu depois do acidente, levou o celular, carteira, dinheiro e documentos do taxista. 

De acordo com a AGT somente essa semana esse é o quinto assalto sofrido por taxistas em Salvador. "Em média são nove assaltos por semana. E cada dia aumenta mais", afirma Denis.

A categoria promete fazer um ato na próxima semana na Secretaria da Segurança Pública pedindo mais segurança para os 7 mil taxistas da capital baiana. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas