TCA produz máscaras de tecido para distribuição gratuita

coronavírus
17.04.2020, 13:56:21
Atualizado: 17.04.2020, 14:05:05

TCA produz máscaras de tecido para distribuição gratuita

Primeiros lotes são para funcionários do teatro e da Secult

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Máscaras de tecido serão produzidas pelo Centro Técnico (CT) do Teatro Castro Alves (TCA) para ajudar no combate ao novo coronavírus. Sete profissionais da equipe, que no cotidiano prestam serviços na confecção de figurinos e adereços para as produções, estão trabalhando na fabricação das máscaras. Os profissionais atuam nas etapas de recepção e separação de materiais, corte, costura, embalo e distribuição. Cerca de 70 máscaras estão sendo distribuídas de graça diariamente.

Os primeiros lotes estão sendo destinados a funcionários do TCA, de toda rede da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult) e outros órgãos do Governo, bem como a seus familiares.

Por conta das orientações recomendando distanciamento social, os trabalhadores estão atuando de casa, segundo o TCA.

A medida contribui para o cumprimento da Lei Estadual 14.258, sancionada no último dia 14 de abril pelo Governo da Bahia, que determina a obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção em locais de trabalho, ato que pode evitar a disseminação da contaminação.

O TCA diz que para aumentar o volume de entrega aceita doações de materiais como tecido de algodão, linha e elástico.

Os que têm interesse de contribuir com a ação ou de receber as máscaras produzidas devem entrar em contato através do e-mail centrotecnico@tca.ba.gov.br.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas