Tecnologia: GE estréia aerogerador brasileiro em parques eólicos baianos

donaldson gomes
16.04.2021, 05:00:00

Tecnologia: GE estréia aerogerador brasileiro em parques eólicos baianos


Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Toque baiano
A GE Renewable Energy, que possui uma fábrica em Camaçari, concluiu a instalação das primeiras turbinas eólicas Cypress das Américas no complexo eólico Serra da Babilônia, da Rio Energy, próximo aos municípios de Morro do Chapéu, Ourolândia e Várzea Nova, na Bahia. Essas são as primeiras de 30 turbinas do tipo que serão instaladas no local. Quando concluído o processo, cerca de 153 megawatts (MW) de capacidade instalada serão adicionados ao complexo eólico, que atualmente conta com 223,25 MW. Além do fornecimento de turbinas, o contrato inclui um pacote de serviços de operação e manutenção de dez anos para os equipamentos. "Temos investido nessa indústria desde o seu início no Brasil, há mais de 10 anos, e agora vemos uma oportunidade real de gerar mais energia limpa e renovável por meio de uma nova classe de turbinas eólicas”, comenta Maurício Vieira, Diretor de Vendas para a divisão de Wind da GE Renewable Energy no Brasil. 

Tecnologia local 
Projetado para os ventos brasileiros, a Cypress também permite melhorias significativas na produção anual de energia e mais eficiência no processo de manutenção, destaca a empresa. Mais de 60% dos componentes da máquina são produzidos no país, sendo que cerca de 20 fornecedores, em 5 estados brasileiros, foram desenvolvidos pela GE para tornar possível a fabricação da turbina em solo nacional, incluindo a fabricante de torres eólicas TEN, joint venture da GE em Jacobina (BA). A montagem dos aerogeradores, por sua vez, é  realizada na fábrica da GE Renewable Energy em Camaçari (BA) e a produção das pás de carbono pela LM Wind Power, outra unidade da empresa no Porto de Suape (PE). “Estamos muito satisfeitos em fazer parte dessa grande conquista, principalmente por ser fruto de uma parceria com toda a indústria, a maior parte dela local. Juntos, superamos os desafios inerentes ao lançamento de um modelo novo e maior de turbina, em toda a cadeia de suprimentos, na engenharia e logística”, conclui Maurício.

Made in Bahia
O empresário Carlos Falcão, líder do grupo Business Bahia, comemorou esta semana a criação do FIDC Arazul Desenvolve Bahia, para oferecer crédito para micro e pequenas empresas do estado. "Mesmo sediada em São Paulo, a Arazul tem a alma baiana", destaca Falcão. O fundo prevê o uso dos recursos de investidores baianos para oferecer crédito a empresas locais. A ideia surgiu como parte da campanha Made in Bahia, para valorizar nossos produtos e serviços. Carlos Falcão projeta um volume em torno de R$ 20 milhões em crédito. 

Expansão em andamento
A RedeMiX inaugura uma unidade no Corredor da Vitória no dia 4 de maio, recebeu investimento de R$ 15 milhões e vai gerar 150 empregos diretos. Será a 16º loja do grupo. No ano passado, a rede inaugurou duas lojas, uma na Pituba e em Ondina. Nesta nova unidade, a empresa aposta no modelo de loja conceito, com um projeto arquitetônico que reúne as principais tendências do varejo mundial, para criar um ambiente mais intimista e permitir uma melhor experiência de compra.

Extra no atacado
A outra novidade no negócio dos supermercados vem com o reposicionamento do Extra. Em um movimento iniciado em julho de 2020 a rede conclui a implementação da nova dinâmica comercial com preço de atacado em suas 103 lojas no Brasil. Algumas unidades em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Salvador já funcionam com o projeto piloto desde o ano passado. Após avaliação do desempenho da proposta e da recepção positiva do público, a rede expande o novo modelo de negócio para todas suas lojas de hipermercado e também para seu e-commerce alimentar (www.clubeextra.com.br).  

Roupa nova
A Caprichá Brasil – empresa de kombuchas, bebida fermentada a partir do chá verde e frutas premium – está mudando suas embalagens. Lançada em dezembro de 2019, a marca teve um crescimento de 50% na pandemia e investiu 30% do faturamento na substituição das garrafinhas de vidro para latinhas. Sustentáveis (95% do seu alumínio é reciclado), mais leves e compactas, elas gelam mais rápido e chegam ao mercado na próxima quinta (dia 22). A Caprichá Brasil tem planos de expansão para outros estados até o final deste ano e será a primeira marca de kombuchas do Nordeste a ser comercializada em latas. 

Novas operações 
O Boulevard Shopping Camaçari retomou suas atividades com duas novidades, a chegada da Unidas, segunda maior locadora de veículos do país, e com a abertura do Rey da Esfirra na praça de alimentação. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas