Teixeira chama atenção para gols sofridos no fim: 'Liga o alerta'

e.c. bahia
13.07.2021, 17:49:00
Atualizado: 13.07.2021, 19:54:12
Matheus Teixeira comentou sobre as saídas no elenco e os prejuízos quem podem gerar (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

Teixeira chama atenção para gols sofridos no fim: 'Liga o alerta'

Para o goleiro, tricolor precisa ter mais atenção durante os jogos

A derrota para o São Paulo, no último sábado (10), por 1x0, no Morumbi, deixou um gosto amargo para o Bahia. O tricolor segurava o empate até os 46 minutos do segundo tempo e acabou deixando um ponto para trás.

No Campeonato Brasileiro, o Esquadrão já havia passado por situação semelhante. Contra o Palmeiras, o time chegou a estar vencendo no Allianz Parque por 2x1 aos 30 minutos da etapa final, mas levou dois gols depois disso - um deles nos acréscimos - e perdeu por 3x2.

Para o goleiro Matheus Teixeira, a falta de atenção nos minutos finais das partidas liga o sinal de alerta na equipe para o restante da temporada. "Não abala [a confiança], mas liga o sinal de alerta. Quando acontece algum erro, algum detalhe, faz parte. Liga o alerta para a gente corrigir nos próximos jogos. Mais detalhes vão surgir, a gente ajusta uns, depois cai em outros, e vai ajustando ao longo do campeonato", analisou o goleiro.

Por falar em sequência da temporada, o goleiro foi questionado sobre as saídas de jogadores do elenco neste momento e como isso pode prejudicar a equipe nas competições. Além de Juninho, que foi vendido para o futebol da Dinamarca, o meia Thaciano tem proposta de um clube da Turquia e já se despediu dos companheiros no CT.

"É importante estar sempre com o grupo fechado para a sequência da competição. Quando jogadores vão saindo, a gente sente um pouco na parte tática por conta do entrosamento. Mas faz parte do jogo, da história do clube a entrada e saída de atletas. Temos que nos adaptar o mais rápido a essa situação. Temos que ter essa adaptação bem rápida porque é o que o jogo pede", continuou.

Concorrência
Nos últimos dias, Matheus Teixeira viu a concorrência pela vaga de titular do gol aumentar. Enquanto Douglas foi emprestado ao Juventude, Danilo Fernandes chegou para reforçar o setor. Na análise do jovem goleiro, Fernandes, de 33 anos, vai agregar experiência ao grupo.

"A gente ouve falar do Danilo Fernandes [desde] quando ele estava no Inter e no Sport. É um goleiro muito experiente, que pode tirar inspiração de boas partidas, bom relacionamento com o grupo. Ele vem para agregar dentro e fora de campo. A gente vai tentando tirar uma casquinha do que o nosso companheiro tem para dar", finalizou.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas