Temer vai cortar ponto de quem faltar trabalho na sexta

brasil
26.04.2017, 21:21:00
Atualizado: 26.04.2017, 21:23:39

Temer vai cortar ponto de quem faltar trabalho na sexta

Em Salvador, servidores municipais que não justificarem ausência na sexta também terão ponto cortado

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O presidente Michel Temer vai cortar o ponto de servidores públicos que faltarem ao trabalho por conta da paralisação marcada para sexta-feira (28) em protesto contra as reformas governistas. 

A administração se baseia em decisão de outubro do Supremo Tribunal Federal (STF) que estabeleceu que o poder público deve cortar salário de servidores que paralisam atividades. 

Temer vai cortar ponto de servidor que faltar

Segundo o Palácio do Planalto, na sexta não haverá ponto facultativo, mesmo com a proximidade do feriado do Dia do Trabalhador, e por isso o entendimento do STF deve ser utilizado.

De acordo com reportagem da Folha de S. Paulo, Temer vai passar a sexta em Brasília, de onde vai acompanhar as manifestações. 

Salvador
Em Salvador, o prefeito ACM Neto disse nesta quarta-feira (26) que os servidores da prefeitura que não forem trabalhar na sexta sem justificativa terão o ponto cortado. As repartições municipais têm funcionamento normal mantido para a data, incluindo uma reunião do secretariado com o prefeito a partir das 14h30. 

Em nota, a prefeitura informa que a Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob) acompanha a negociação entre rodoviários e empresários sobre a adesão da categoria à paralisação nacional organizada por entidades sindicais. Diz ainda que caso o serviço seja interrompido, as empresas podem ser multadas.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas