Thor ganha uma parceira no amor e na guerra

entretenimento
07.07.2022, 09:00:00
Natalie Portman e Chris Hemsworth (divulgação)

Thor ganha uma parceira no amor e na guerra

Em Thor: Amor e Trovão, a ação é provocada por Gorr, o Carniceiro dos Deuses

Cinco anos depois do diretor Taika Waitit conquistar os fãs de Thor com Ragnarok, os estúdios Marvel lançam o quarto filme da saga do deus: Thor: Amor e Trovão, que chega nesta quinta (7) aos cinemas, prometendo a mesma energia, humor e um tanto de romance. 
 
Thor (Chris Hemsworth) começa o filme atuando com os Guardiões da Galáxia.  Mas logo ele está de volta a Nova Asgard, o refúgio encontrado pelo seu povo depois da destruição de seu planeta. “Ele certamente está melhor no final do filme do que no começo, mas ainda não sabe quem ele é ou qual é o seu lugar no universo. Ele decide que precisa procurar e tirar algum tempo para si mesmo”, afirma Hemsworth

No comando de Asgard, agora destino turístico, está Rei Valquíria (Tessa Thompson). “Ser rei não é exatamente o que Valquíria esperava. Ela passou sua vida inteira, milênios, defendendo seu povo no campo de batalha. E quer continuar assim - só não previa que haveria tantas reuniões e tanta papelada. Está se coçando por mais agitação. O bom é que ela encontra”, afirmou a atriz ao Estadão. 

Desta vez, a ação é provocada por Gorr, o Carniceiro dos Deuses (Christian Bale), um vilão cujo plano é matar todos os deuses. Antes um homem comum e devoto, ele perdeu a filha para a seca e descobriu que os deuses simplesmente não ligavam para sua dor. O amor de Gorr pela filha se transforma em ódio pelos deuses. E é um antigo amor de Thor que vai estar ao seu lado e de Valquíria na sua luta: Jane Foster, a cientista brilhante que rompeu o relacionamento e provocou uma depressão no deus nórdico, agora é a Poderosa Thor, conseguindo manejar o martelo Mjolnir.

Thessa Thompson

Para Tessa Thompson, foi ótimo lutar ao lado de outra mulher. “Eu espero que um dia isso seja tão normal que não precisemos mais falar a respeito. Ninguém pergunta a nenhum dos Chris como é estar num filme com tantos homens”, diz a atriz.

“Mas, enquanto isso não acontece, foi muito legal ter uma irmã de armas. Até porque a Natalie Portman é minha amiga, e passamos muito tempo buscando a representatividade na nossa indústria”, completa. 

O retorno de Jane Foster faz Thor crescer e colocar o amor acima de tudo. Logo no começo, Peter Quill (Chris Pratt) diz a ele que é melhor sofrer tendo amado do que não passar pela experiência. Natalie Portman é quem interpreta duplo papel de Jane Foster e Poderosa Thor. “Nos filmes anteriores, Jane era uma cientista que precisa de ajuda para ser salva por Thor, mas neste filme, ela está buscando suas próprias soluções e fazendo sua própria jornada”, diz Portman. 

Em cartaz no Cine Metha Glauber Rocha, no UCI Shopping da Bahia, Barra e Paralela e no Cinépolis Salvador Norte, Bela Vista e Parque Shopping Bahia.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas