Trabalhador morre após ser soterrado em obra da Embasa em Lauro de Freitas

bahia
30.08.2021, 23:13:03
(Divulgação/Sintracom)

Trabalhador morre após ser soterrado em obra da Embasa em Lauro de Freitas

Acidente que vitimou Neilton Souza Santos aconteceu na noite desta segunda (30) na Rua Doutor Gerino de Souza Filho, próximo à estação Aeroporto do metrô

Um trabalhador da construção civil morreu, após ser soterrado em uma obra da Embasa, na noite desta segunda (30), na Rua Doutor Gerino de Souza Filho, em Lauro de Freitas, próximo à estação Aeroporto, do metrô de Salvador-Lauro de Freitas. A vítima foi identificada como Neilton Souza Santos. Ele era funcionário da empresa FPX Lander, prestadora de serviço para a Embasa. 

De acordo com informações do diretor do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção e da Madeira no Estado da Bahia (Sintracom), Marcos César, a morte do trabalhador foi confirmada à 00h14, quando o corpo foi resgatado.

Segundo o Centro Integrado de Comunicações (CICOM) da Secretaria de Segurança Pública, o trabalhador estava em uma espécie de vala, em uma escavação, quando a terra deslizou e ele foi soterrado. Além de terra, a escavação ficou inundada e precisou ser drenada.

Obra que vitimou o trabalhador fica na rua Doutor Gerino de Souza Filho, em Lauro de Freitas (foto: Sintracom)

Após o acidente, o Corpo de Bombeiros foi chamado. Uma retroescavadeira passou a auxiliar nas buscas para tentar encontrar Neilton Souza. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e a Polícia Militar acompanharam o trabalho dos bombeiros. 

O diretor do sindicato criticou a exposição dos trabalhadores na obra. Segundo ele, não havia escoramento da escavação. Ainda segundo Marcos César, a vítima trabalhava na função de ajudante comum e tinha menos de 30 dias de serviço. "A maioria da frente de trabalho todos são novatos sem a devida experiência e treinamento", criticou.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas