Traficante com cidadania americana preso no Rio ostentava armas na internet

brasil
15.09.2020, 08:34:01
Atualizado: 15.09.2020, 08:39:33
(Foto: Reprodução)

Traficante com cidadania americana preso no Rio ostentava armas na internet

'Gringo' costumava trazer drogas dos Estados Unidos para o Brasil

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O carioca Matheus Fernandes Ferreira era conhecido com "Gringo" entre os traficantes do Rio de Janeiro. Isso porque aos 8 anos ele se mudou para os Estados Unidos fez seus estudos por lá.

Por ter família no Brasil, ele vinha para cá anualmente. Mas, neste ano, as férias nçao terminaram como desejado pois Gringo foi preso em Copacabana, na Zona Sul do Rio, acusado de tráfico de drogas.

Segundo o jornal Extra, Matheus costumva ostentar fuzis nas redes sociais, além de exaltar músicas com apologia ao crime. “Só soldado preparado, menor descontrolado… Se os cana (sic) apontar, a bala vai comer”, diz ele em um dos vídeos. Em outro, ele fuma o que parece ser um cigarro de maconha e mostra maços de notas de dólares dentro de um carro: "Tô só esperando aqui na Flórida, é só brotar, é tudo nosso".

Em seu depoimento prestado à polícia, Gringo explicou que nesta vinda ao Brasil ele trouxe na bagagem 500 gramas de óleo de THC, a substância alucinógena da maconha. O material teria sido comprado de traficantes da Flórida por U$ 2.500, e seria vendido de R$ 300 a R$ 400 o grama. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas