Traficantes matam parentes de rival em bar na Bahia; 4 ficam feridos

minha bahia
15.08.2017, 18:13:00
Atualizado: 15.08.2017, 22:17:40

Traficantes matam parentes de rival em bar na Bahia; 4 ficam feridos

Dois homens foram presos e um adolescente apreendido suspeito de envolvimento em crime, na cidade de Itarantim

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Dois homens foram presos suspeitos de matar duas pessoas e ferir outras quatro em um bar, na cidade de Itarantim, no Sudoeste do estado. O crime aconteceu neste domingo (13) e, segundo a polícia, os traficantes Rafael Santos Souza, 29 anos, e Ezequiel Ribeiro Silva, o Zica, 22, acabaram presos um dia depois do crime. Ainda conforme a polícia, o alvo dos assassinos era um traficante rival, mas como não encontraram o homem, balearam os familiares dele.

A Polícia Civil informou que as vítimas estavam em um bar quando foram surpreendidas por dois bandidos. Os criminosos atiraram diversas vezes contra o grupo. Alessandro Ferreira Santos, 25, dono do estabelecimento, e Ricardo Fernandes Porto, 24, foram atingidos várias vezes e morreram. Já Rodrigo Ferreira Alves, Fagno Mota Cruz, Alex Jesus Silva e Felipe Fernandes Porto, que estavam na companhia das vítimas, também foram baleados.

Dupla suspeita de matar duas pessoas e ferir outras quatro em bar (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)

Em nota, a polícia informou que Alessandro e Ricardo eram parentes de um traficante conhecido como Andinho, e que ele seria o verdadeiro alvo dos criminosos. Os dois suspeitos foram presos por policiais da delegacia de Itarantim e da 21ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/ Itapetinga).

Ezequiel tem passagem pela polícia por tráfico de drogas. Ele e Rafael foram autuados em flagrante por homicídio e tentativa de homicídio. Um adolescente de 17 anos foi apreendido por envolvimento nos assassinatos e tentativas, e foi encaminhado ao Ministério Público (MP).

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas