Travessia Salvador-Mar Grande retoma operações após dias suspensa

salvador
29.06.2022, 17:53:00
(Paula Fróes/CORREIO)

Travessia Salvador-Mar Grande retoma operações após dias suspensa

Mar agitado e fortes ventos causaram parada do serviço

A Travessia Salvador-Mar Grande foi retomada às 8h40 desta quarta-feira (29), quando a primeira embarcação saiu do Terminal de Vera Cruz, na Ilha de Itaparica pela primeira vez desde a manhã da última segunda-feira. As operações haviam sido suspensas devido ao mau tempo, com mar agitado e fortes ventos na Baía de Todos-os-Santos.

Sete embarcações estão à disposição do tráfego e vão cumprir horários de saída de meia em meia hora dos dois terminais. O movimento de passageiros, neste momento, é moderado, mas com expectativa de crescer nas próximas horas. A última saída de Mar Grande, hoje, está prevista para às 18h e, de Salvador, às 19h30.  

As escunas de turismo ainda não retomaram as operações hoje devido à instabilidade do tempo.

Travessia Salvador-Morro de São Paulo

A Travessia Salvador-Morro de São Paulo ainda continuará operando nesta quarta-feira com conexão na cidade de Itaparica, pois as condições de navegação no percurso marítimo entre a capital e a Ilha de Tinharé ainda são adversas, de acordo com a Associação dos Transportadores Marítimos da Bahia (Astramab).

Com conexão, os catamarãs partem  normalmente do Terminal Náutico, atracam  no terminal marítimo de Itaparica, onde os   passageiros seguem  de ônibus dos operadores  até a Ponta do Curral, em Valença, e fazem a pequena  travessia em lanchas rápidas até o Morro.

O percurso da viagem, quando feita com conexão, dura 3h20 (uma hora a mais em relação à viagem direta). Os horários saindo de Salvador são: 9h, 10h30 e 13h. Do Morro de São Paulo, 9h, 11h30 e 14h. 

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas