TRE-BA inicia convocação de mesários que vão trabalhar nas eleições 2022

bahia
05.07.2022, 18:55:00
(Foto: Antonio Augusto/Ascom/TSE)

TRE-BA inicia convocação de mesários que vão trabalhar nas eleições 2022

A partir desta terça (5), os chamados serão enviados por meio do WhatsApp, e-mail ou carta

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) iniciou, nesta terça-feira (5), a convocação dos mesários que atuarão nas Eleições Gerais 2022. O trabalho envolve cartórios eleitorais de todo o estado e segue até o dia 3 de agosto, conforme determinação do Calendário Eleitoral. Além da publicação de edital, os chamados podem acontecer por meio do WhatsApp, e-mail ou carta. 

De acordo com Silvana Caldas, chefe da 14ª Zona Eleitoral (Salvador), a ampliação das formas de convocação dos mesários tornou o processo mais dinâmico, o que, desde 2018, “tem facilitado a comunicação com os eleitores”, considera. A servidora do TRE-BA ressalta, no entanto, que é preciso estar atento. “É importante destacar que, quando a convocação é feita pelo WhatsApp ou e-mail, não são enviados links”, alertou Silvana. Caso o eleitor tenha alguma dúvida, é indicado entrar em contato com o respectivo cartório. A lista completa dos endereços e telefones dos cartórios eleitorais do estado pode ser acessada no site do TRE baiano.    

De acordo com Silvana Caldas, chefe da 14ª Zona Eleitoral (Salvador), o período de 5 de julho a 3 de agosto é fundamental para a organização do pleito. “É neste período que identificamos a necessidade de substituições, o que pode ocorrer em razão de alguma situação que impossibilite a participação do eleitor convocado”, esclarece.

Por isso mesmo, apesar do início da convocação, o Eleitoral baiano reforça que permanecem abertas as inscrições para o Programa Mesário Voluntário, o que ocorre por meio do site do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia, canais do Núcleo de Atendimento Virtual ao Eleitor (NAVE), além de presencialmente, no cartório eleitoral do interessado. “A depender do número de substituições necessárias, esse chamamento pode seguir até bem próximo da data do pleito”, conta Silvana.

Convocação e treinamento 

O período de convocação de mesários atinge todas as funções desempenhadas na seção eleitoral. “Essa convocação é para todos aqueles que atuam na seção. As funções específicas que cada um realizará - seja como presidente, secretário, primeiro ou segundo mesário - serão descritas na carta de convocação”, esclarece a chefe da 14ªZE.

É também na carta de convocação que o eleitor poderá verificar outros detalhes, a exemplo de local onde devem se apresentar e sobre quando e como ocorrerá o treinamento. “Para o treinamento, cada zona pode adotar seu modelo, algumas utilizam o aplicativo Mesário ou o site do TSE, mas há ainda aquelas que preferem realizar a capacitação de modo presencial”, ressaltou Silvana.

A carta é ainda o documento que atesta a convocação por parte da Justiça Eleitoral, podendo - por exemplo - ser apresentada aos empregadores para requerer o benefício dos dias de folga, um direito garantido aos mesários. 

Dados 

De acordo com o Eleitoral baiano, 147.460 mesários deverão ser convocados pelos cartórios eleitorais de todo o estado para as Eleições Gerais 2022. Para as seções eleitorais da capital, 20.540 mesários deverão ser chamados. O número supera as convocações feitas para as Eleições Municipais 2020, quando a Bahia contou com 108.444 mesários, distribuídos por 27.111 seções eleitorais. Em Salvador, foram 16.940 mesários, que colaboraram para a realização do pleito nas 4.235 seções da capital. 

O TRE-BA ressalta, no entanto, que o dado deste ano poderá sofrer alterações, uma vez que as zonas eleitorais ainda podem realizar agregações e equalizações de seções.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas