Três camarotes são desativados na Avenida Sete após fiscalização

salvador
22.02.2020, 15:38:00
Atualizado: 22.02.2020, 15:38:43
Técnico fiscaliza marquise no circuito oficial da folia (Foto: Divulgação/ Sedur )

Três camarotes são desativados na Avenida Sete após fiscalização

Estruturas funcionam sobre marquises e foliões tiveram que abandonar os espaços

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Três camarotes irregulares foram desativados na Avenida Sete de Setembro, um dos principais circuitos do carnaval de Salvador, nesta sexta-feira (21). No momento da fiscalização as três marquises estavam ocupadas por foliões. Os técnicos isolaram os espaços e os ocupantes foram obrigados a saírem.

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur) informou que a medida foi por segurança. Em nota, o órgão disse que as marquises são antigas, não suportam peso e, por isso, não podem ser utilizadas como camarotes ou arquibancadas.

A Sedur afirmou também que alerta os responsáveis sobre o risco e, quando eles não atendem, são penalizados.

Campo Grande no começo do segundo dia da folia (Foto: Arisson Marinho/ CORREIO)

O órgão divulgou que desde o início de janeiro os técnicos têm atuado de forma preventiva. No total, foram emitidas cerca de 1.200 notificações como alerta para a não utilização dos espaços de forma irregular. Durante o Carnaval, os profissionais fazem a fiscalização em regime de 24 horas.

Os responsáveis pelos três camarotes irregulares desativados na Avenida Sete de Setembro foram notificados e podem responder civil e criminalmente.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas