Tricolor encara o Paraná em busca de classificação na Copa do Brasil

e.c. bahia
08.03.2017, 16:26:00

Tricolor encara o Paraná em busca de classificação na Copa do Brasil

Bahia precisa vencer o jogo único que começa às 19h, em Curitiba, para avançar à terceira fase. Derrota é sinônimo de adeus

Apesar da disputa real da taça ainda estar bem longe, o clima é de final para o Bahia na Copa do Brasil. Invicto na temporada, o time comandado por Guto Ferreira vai ser testado nesta quarta-feira (8), às 19h30, quando enfrenta o Paraná, na Vila Capanema, em Curitiba.

O Bahia não saiu de campo derrotado nenhuma vez em 2017 e o caráter decisivo do confronto torna completamente inapropriado registrar a primeira derrota do ano diante da equipe paranaense. Para avançar à terceira fase do torneio nacional, será preciso não apenas manter a invencibilidade, mas vencer o adversário. Disputado em jogo único, o duelo segue para os pênaltis em caso de empate.

“Vai ser um jogo muito difícil, onde a gente vai em busca da vitória sempre. A gente sabe que são 90 minutos para definir nossa situação. É uma final e estamos preparados para conquistar essa vaga”, garante o zagueiro Tiago. O clube que passar enfrenta o ASA, em partidas de ida e volta agendadas para 16 de março e 6 de abril. Os mandos de campo já foram sorteados pela CBF e o primeiro jogo será em Arapiraca, interior alagoano.

Régis tem sido um dos destaques do Bahia no ano (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

O retrospecto recente do Bahia passa confiança. O tricolor disputou 11 jogos oficiais na atual temporada. Venceu sete, empatou quatro e tem um aproveitamento de 73%. Defesa e ataque têm se mostrado eficientes. Até aqui foram 19 gols marcados e apenas dois sofridos, o que dá ao tricolor o status de zaga menos vazada entre os 20 clubes representantes da Série A.

Apesar das estatísticas positivas, os jogadores alertam que o tricolor precisa entrar em campo atento para não tropeçar em território adversário. Aliás, o Bahia estava fora de casa nas únicas três partidas em que não balançou a rede em 2017. Pela Copa do Nordeste, ficou no 0x0 contra o Fortaleza, no Castelão, e contra o Altos, no Lindolfo Monteiro, em Teresina. Pelo Baiano, o empate sem gols foi com o Jacuipense, no Eliel Martins, em Riachão do Jacuípe.

“Temos que manter a concentração durante os 90 minutos e ter eficiência em todos os setores. É uma decisão e, por ser jogo único, torna-se muito mais perigoso, até porque qualquer vacilo pode nos custar a vaga na próxima fase da competição. Vamos jogar para vencer. Sabemos da força do Paraná, mas temos que nos impor para sair de lá com a classificação”, analisa o lateral-direito Eduardo.

Ao que tudo indica, o Bahia vai ter muito trabalho para arrancar a classificação. O Paraná sofreu apenas três gols em dez partidas neste ano e nenhum deles foi dentro da Vila Capanema. Em seu estádio, foram seis jogos, com cinco vitórias e um empate.

O tricolor vai a campo com Jean, Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca (Eder) e Armero; Juninho (Renê Júnior), Edson e Régis; Zé Rafael, Diego Rosa e Hernane.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas