Trio acusado de ataques a bancos na Bahia estava em prisão domiciliar

bahia
16.05.2021, 16:03:00
Atualizado: 16.05.2021, 16:03:50
R$ 315 mil foram recuperados com quadrilha (Alberto Maraux/SSP)

Trio acusado de ataques a bancos na Bahia estava em prisão domiciliar

Dos sete membros da quadrilha, cinco foram mortos em operação da polícia

Três dos acusados de participar de explosões a bancos em Correntina, no Oeste da Bahia, estavam em prisão domiciliar quando participaram dos crimes, segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP) informou neste domingo (16).

Um deles tinha saído da cadeia no dia 12 de abril, menos de um mês antes do ataque às agências de Correntina. O grupo ainda é suspeito de participar de outros roubos a bancos na Bahia em abril. 

Os sete integrantes do grupo criminoso foram localizados em uma operação interagências que contou com as polícias Civil, Militar, Federal e Rodoviária Federal. Cinco dos suspeitos foram baleados e mortos - quatro deles em ação policial nas cidades de Maracás e Serra do Ramalho. Outros dois homens suspeitos de integrar a quadrilha foram presos essa semana em Serra do Ramalho. Com o grupo, foram recuperados R$ 315 mil, fuzil, espingarda, pistola, veículos, farta munição, entre outros materiais.

Roubo
Um bando armado explodiu as três agências bancárias de Correntina, na madrugada do dia 7 de maio. Os ataques aconteceram de maneira simultânea e não deixou feridos. 

Um material com suspeita de ser explosivo foi deixado em uma das agências e a área precisou ser isolada pela Polícia Militar, que acionou o Bope para remoção do material.

Durante o crime, os bandidos chegaram a atirar repetidamente para o alto, na intenção de intimidar os moradores. Eles fugiram em vários carros depois dos assaltos.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas