TRT anula justa causa de mulher que pegou R$ 1,50 no caixa para comprar lanche

brasil
15.09.2021, 08:37:55
Atualizado: 15.09.2021, 08:39:36
(Foto: Reprodução / TV Anhanguera)

TRT anula justa causa de mulher que pegou R$ 1,50 no caixa para comprar lanche

Comida foi comprada dentro da própria empresa

A demissão por justa causa de uma operadora de caixa de um empório em Caldas Novas, interior de Goiás, que pegou R$ 1,50 do caixa da empresa para comprar um lanche no local de trabalho durante o intervalo foi anulada pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT). A decisão já tinha sido tomada na primeira instância e foi corroborada pelo TRT.

No processo, de acordo com o G1, a ex-funcionária alegou que pegou o valor do caixa para comprar um lanche e que devolveria os R$ 1,50 ao final do expediente. Segundo o advogado dela, Jefferson Takeda, o valor foi ressarcido, tanto que a empresa não provou nos autos que houve essa baixa no caixa.

A empresa alegou que a operadora não tinha autorização para fazer desfalques no caixa e que teria cometido furto. O entendimento do magistrado, porém, é de que a demissão foi exagerada em relação ao dano financeiro causado pela mulher.

Com a demissão por justa causa, a mulher perderia, por exemplo, o direito ao saque do FGTS e a multa de 40% sobre o valor acumulado, entre outros direitos trabalhistas.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas