Tudo o que aconteceu no segundo dia do Festival Virada

salvador
29.12.2017, 05:05:00

Tudo o que aconteceu no segundo dia do Festival Virada

Rafa e Pipo Marques, Skank, Luan Santana, Claudia Leitte, Saulo e Solange Almeida animaram o evento

Segunda noite de Festival Virada Salvador, que acontece até dia 1º (segunda) na Boca do Rio, levou 385 mil pessoas para a Arena Daniela Mercury em apenas quatro horas de show. Confira três vídeos de todas atrações. Logo após os vídeos, CORREIO traz cobertura completa com bastidores, personagens, vídeos exclusivos e mais. 


00h15
Show de Claudinha conta com sucessos da sua carreira. Depois dela, tocam Saulo e Solange Almeida. 

23h53
Claudia Leitte chega ao palco principal do Festival Virada em grande estilo. Claudinha Bagunceira é a música que abre seu show. Assim, ela dá boas-vindas à 2018 e anuncia que já é Carnaval. Artista emenda seu hit com música Sonifera Ilha, de Titãs. 

Olha um trecho da entrada dela!

23h30
Sertanejo encerra show no Festival Virada.

22h50
Luan canta Te Esperando e fãs cantam na ponta da língua.

22h45
Sertanejo para show para gravar fãs cantando Amar Não é Pecado.

22h30
Enquanto isso, Luan Santana emenda sucesso atrás de sucesso (acompanhe na transmissão ao vivo acima). Grudadas na grade, fãs gritam: "Luan, eu te amo".

Durante entrevista coletiva, Claudia Leitte falou sobre o seu mais novo sucesso, Lacradora, e respondeu à pergunta do CORREIO sobre a polêmica que a música gerou nas redes socias. Ao mesmo tempo em que é uma faixa feminista e que defende o empoderamento feminino, a canção fala sobre "pisar nas inimigas.

"Eu acho que tudo aquilo que levanta a discussão positiva é salutar sempre. Por mais que às vezes exista uma necessidade de chamar atenção - que é muito maior que do que chamar a atenção para causa - no decorrer da minha carreira, fui aprendendo aos poucos a lidar com isso. Tem sempre uma minoria que vai fazer algum comentário e você precisa ter discernimento para ver até que ponto aquilo é positivo. Eu dou espaço somente para aquilo que vai fazer bem a alguém. A gente não precisa lidar com isso. O que é importante? Saber que tem que respeitar a mulher, que mulher não tem que estar contra mulher e que Carnaval é alegria", disse a loira.

22h10
Bastidores super animado. Enquanto Luan Santana se apresenta, Claudia Leitte concede entrevista para a imprensa.

Whatsapp_image_2017-12-29_at_22.11.14

(Foto: Gabriela Cruz/CORREIO)

Ele começou o show com Cê Topa e seguiu com Acordando o Prédio. Dá o play!

22h05
Luan está no palco!

Whatsapp_image_2017-12-29_at_22.06.59

(Foto: Luan Santos/CORREIO)

"Eu prometo dar o meu melhor em 2018. 2017 já foi um ano lindo. Estamos com alguns projetos lindos e que vão surpreender todo mundo. Nada como fazer música com verdade. Quando está dentro da gente as pessoas acabam sentinfo. Desde meteoro tanta coisa aconteceu amadureci tanto e os fãs amadureceram comigo", disse Luan Santana.

Na ocasião, o cantor sertanejo - que comemorou dez anos de carreira neste ano - elogiou a drag queen Pabllo Vittar e disse que pode rolar uma parceira com ela no futuro. "É histórico. O que ela vem fazendo é surpreende. Já andamos conversando e tomara que saia alguma coisa juntos.

Questionado sobre a seu traje do Réveillon, ele disse que segue a tradição do branco. "Chama uma energia boa. Não sou muito supersticioso. Sou muito religioso acredito muito em Deus e acho que Natal e Ano Novo devemos passar rodeado com pessoas que a gente ama. Apesar disso, nesse ano vou passar em Fortaleza", disse.

21h54
Olha ele! Luan Santana, uma das atrações mais aguardadas da noite, já está nos bastidores da Arena Daniela Mercury. Ele concede entrevista coletiva para a imprensa neste momento. 

Whatsapp_image_2017-12-29_at_21.55.26

(Foto: Luan Santos/CORREIO)

21h50
E a roda gigante? Está disputada!

"O que vocês acham sobre a mistura de ritmos e a sarrada?", perguntou um jornalista.

"Não cabe a gente ficar julgando letra de música dos outros. A versatilidade da música brasileira tem várias frentes e é bonito essa comunhão. É uma tradição até da Bahia em outros festivais que participamos ter essa mistura. Não acho que a música brasileira vive seu melhor momento, mas a música é feita de ciclos, ela se renova. Que bom que tem espaço para todo mundo. A forma de chamar as pessoas para o show é cantar música que as pessoas conheçam. A gente faz 15 músicas nos discos, mas duas ou três estouram. Comentamos que estavamos sentindo falta de tocar em grandes festivais. É sempre mais desafiador público misturado. Gosto dessa sensação de, mesmo com tempo reduzido, tocar músicas que as pessoas conheçam", disse Samuel Rosa, líder da banda. 

21h28
Skank, que há pouco encerrou o segundo show da noite na Arena Daniela Mercury, vai dar entrevista coletiva para imprensa neste momento.

Whatsapp_image_2017-12-29_at_21.28.43

(Foto: Luan Santos/CORREIO)

21h20
Skank encerra show no Festival Virada. Banda honrou a plateia, queimando até a última ponta de emoção com sucessos do naipe de Uma Canção, É Proibido Fumar (Roberto Carlos/Erasmo Carlos), Saideira e Tão Seu, que finalizou a apresentação do grupo.

Vamos fugir... Pra outro lugar, baby! 

Publico se derrete com Sutilmente, de Skank

20h50
Skank aquece o público com sucessos dos seus 26 anos de carreira.

Whatsapp_image_2017-12-29_at_20.32.13_%281%29

(Foto: Gabriela Cruz/CORREIO)

E a turistada tá curtindo...
Essa é a terceira vez que o carioca Leo Rodriguez, 20, vem a Salvador, mas a primeira para um réveillon. Acompanhado pelo amigo baiano Beto Asa, o universitário se disse surpreso com a estrutura do festival. "Está muito bacana, não achei que seria isso tudo, me surpreendeu".

Whatsapp_image_2017-12-29_at_20.10.22

Leo, que pretende prolongar a estadia até o Carnaval, também se disse animado com a noite da virada. "Tô na expectativa de ver Alok. Com certeza vai ser muito legal", conclui
(Foto: Clara Corrêa/CORREIO)


20h
"Vamos falar do nosso assunto favorito agora e dos baianos também. Vamos falar de Fonte Nova? Vamos falar de Barradão?", disse Samuel Rosa antes de cantar É Uma Partida De Futebol.

19h54
Skank já está no palco do Festival Virada Salvador!

19h30
FitDance inicia transmissão ao vivo. CORREIO coloca player neste espaço (no topo) para quem quiser assistir.

19h15
Rafa e Pipo Marques dão entrevista coletiva. Confira fotos do show da dupla.

"Estamos felizes de estar nesse Festival que se consagrou como um dos maiores do Brasil, com estrutura colossal. Vamos rodar o Brasil no domingo e segunda de Carnaval. Depois do Carnaval, vamos para Belo Horizonte e Rio de Janeiro no dia do desfile das campeãs", diz Pipo Marques

Dupla vai fazer a virada do ano em Porto Seguro. "Mas o nosso coração vai estar aqui, porque nosso pai estará aqui tocando", revelou Pipo. Rafa Marques afirmou que a cobrança por serem filhos de Bell Marques ainda existe e é forte: "Vai ser pro resto da vida, mas já não nos importamos com isso. Ficou para trás. Hoje já temos muitos fãs que nos seguem e outros que eram fãs do nosso pai e nos seguem também".

Whatsapp_image_2017-12-29_at_19.24.04

Show de Rafa e Pipo Marques termina e eles dão entrevista coletiva à imprensa
(Foto: Luan Santos/CORREIO)


19h
Enquanto isso, show de Rafa e Pipo Marques já tem quase 50 minutos. Dupla acaba de cantar a música Sarrando, uma parceira com o músico Léo Santana, aposta deles para o Carnaval 2018.

Que tal uma massagemzinha?
Quem disse que Festival é sinônimo de cansaço? Para Norma Sousa, cozinheira e dona de um dos restaurantes participantes da feira Coreto Hype, fazer uma pausa para uma massagem com Jovenina Fernandes foi revigorante. "Ontem eu saí daqui 5h da manhã, então só ela mesmo para me deixar em forma pra jornada que tá começando. Eu adorei, relaxei totalmente!", disse animada.

Whatsapp_image_2017-12-29_at_18.52.00

(Foto: Clara Corrêa/CORREIO)

Atrações para todas as idades!
Enquanto público já curte show de Rafa e Pipo no palco principal do Festival Virada Salvador, famílias também buscam diversão no evento. A professora aposentada Amenaide Borges, 55 anos, por exemplo, veio com a filha, o genro e o sobrinho de 7 anos. Apesar de estarem animados para o show de Saulo, é o pequeno João Vítor quem mais está aproveitando.

Whatsapp_image_2017-12-29_at_18.39.28

A professora aposentada Amenaide Borges, 55 anos, e o sobrinho, João Vítor, curtem roda gigante, pula pula e tirolesa
(Foto: Clara Corrêa/CORREIO)

"Ele tá adorando! Já foi na roda gigante, agora no pula pula e depois quer ir tirolesa", conta a tia.

Com tanta animação, ela garante que ainda vai ter energia para voltar amanhã. "Achei tudo muito bom e uma decisão muito inteligente a de ocupar esse espaço", conclui.

18h17
Rafa e Pipo já estão no palco! Shows começaram 13 minutos antes do programado.

2912201171915

(Foto: Evandro Veiga/CORREIO)

E os fãs de todas as idades já estão por aqui...

Whatsapp_image_2017-12-29_at_17.03.16

Fã incondicional de Claudia Leitte há mais de cinco anos, Tailson Ferreira, 19 anos, mora em Valença e seiu de lá só para ver a diva hoje no Festival Virada. Em entrevista ao CORREIO, ele contou que perdeu o emprego em 2014 por conta de um show da cantora. "Meu chefe falou: 'ou ela ou o emprego. Eu vim pra Salvador e perdi o emprego'", contou ele, que se tornou fã da cantora por ela ter mandado uma mensagem de apoio para ele quando seu pai morreu, em 2014
(Foto: Rafaela Fleur/CORREIO)

Whatsapp_image_2017-12-29_at_16.36.23_%281%29

A estudante Cris Silva é fã de Luan Santana há nove anos - quando o sertaneja iniciava sua carreira: "Ele significa muito pra mim. Não importa que ele não sabe que eu existo. Ele me ajuda muito, mesmo sem me conhecer"
(Foto: Rafaela Fleur/CORREIO)

Whatsapp_image_2017-12-29_at_17.11.51

A estudante Camila Santos, 16 anos, veio com a tia, a agente epidemiológico Rita Santos, 40, assistir ao show do ídolo, Luan Santana. Moradora de Itinga, Camila é fã do cantor sertanejo há três anos. "As músicas de Luan me ajudam nos momentos difíceis e de tristeza. São letras que significam muito e que me alegram"
(Foto: Rafaela Fleur/CORREIO)

Whatsapp_image_2017-12-29_at_18.05.53

Fãs de Luan Santana, Luciele Andrade, 18 anos, e Andrea Souza, 18. "É a 5ª vez que venho para um show de Luan e a expectativa está a mil! Venho para todos os dias do festival, mas esse com certeza é o mais especial", disse Luciele
(Foto: Clara Corrêa/CORREIO)

Whatsapp_image_2017-12-29_at_17.25.48

Fã de Skank, Roque de Jesus, 47 anos, considera a banda tão boa quanto Legião Urbana. Ele está no Festival Virada com a filha Ayla Santos, 12, que quer ver Luan Santana. Jesus já foi em outro show do Skank, na antiga Fonte Nova, quando tinha 28 anos
(Foto: Rafaela Fleur/CORREIO)

Rainha do Muzenza desde 2016, Edimeire Rosário, 32 anos, nasceu e foi criada na Liberdade:

"O Muzenza abre portas para os sonhos da comunidade negra, empodera a nossa comunidade. Me sinto honrada em poder representar esse bloco". Olha ela aí embaixo!

Palco foi para o chão! Todos os dias de Festival Virada, a partir de 17h, acontecem cortejos. É a cultura baiana sendo valorizada no Réveillon de Salvador!

17h35
Começou! Muzenza já faz cortejo na Arena Daniela Mercury


O Festival Virada Salvador 2018 trouxe diversidade musical e atrações para toda a família nesta quinta-feira (28). A programação segue nesta sexta-feira (29) com mais atrações de peso na Arena Daniela Mercury, na Orla da Boca do Rio. 

Quais são as atrações de hoje?

17h - Cortejo com Muzenza 
18h30 - Rafa e Pipo 
20h* - Skank 
21h30* - Luan Santana 
23h* - Claudia Leitte
00h30* - Saulo 
2h* - Solange Almeida

*Horários aproximados

Confira a programação completa do Réveillon de Salvador

 

Os portões abrem que horas?

Às 16h. A primeira atração se apresenta às 17h e os shows começam 18h30, com duração de 1h30, em média.

Como funcionará a roda gigante?

O equipamento funcionará durante os dias da festa a partir das 16h. Com 36 metros, a roda gigante é a mesma que foi usada durante o Rock in Rio. O acesso é gratuito. 

(Foto: Carol Aquino/CORREIO)

E a tirolesa?

Também abre às 16h. O equipamento tem dez metros de altura e 80 metros de extensão. O acesso também é gratuito. 

(Foto: Divulgação) 

Como entrar no Festival?

O acesso de pessoas para Arena Daniela Mercury, na Boca do Rio, é feito por três entradas. Confira no mapa abaixo - os portões estão nos pontos 5, 6 e 7.

Mais de 550 sanitários químicos estarão disponíveis para o público do Festival, além de 21 conteineres climatizados. Ao longo de toda a orla, serão 1.076 sanitários químicos. 

Como chegar e sair do Festival?

Dá para ir de carro, de táxi, mototáxi, de ônibus e até integrar com o metrô - que vai começar a operar a partir das 4h desta sexta-feira (29).

Vai de busu? Quem for usar o transporte público para curtir os festejos, por exemplo, vai contar com uma linha especial com ônibus saindo a cada dez minutos da estação de metrô Pituaçu com destino à Arena Daniela Mercury. Essa linha vai funcionar até quando o metrô estiver operando. Segundo a CCR Metrô Bahia, o modal vai operar das 5h à meia-noite.

Serão 700 ônibus funcionando 24h em toda abrangência do festival. Veja aqui quais são as 43 linhas que vão rodar 24h no Festival Virada Salvador. Outras 28 do Sistema de Transporte Complementar também vão funcionar. Dois pontos de ônibus provisórios serão criados no entorno - um na Avenida Octávio Mangabeira, em frente à Avenida Jorge Amado, para linhas sentido Itapuã e o outro ficará na Avenida Simon Bolívar, próximo ao Centro de Convenções. De lá, sairão linhas com destino ao Centro, IAPI, Caixa D’Água, Liberdade, Cidade Baixa e Suburbana.

Na noite do dia 31 haverá uma frota extra de ônibus reguladores nas estações de transbordo. A estação da Lapa ficará aberta até as 5h durante todos os dias do festival.

Prefere usar táxi? Haverá dois pontos de táxi extras dentro do circuito (com sinalização, além de tabela de referência de preços). Um ponto ficará na orla sentido Itapuã, entre o Jardim de Alah e o Restaurante Yemanjá, e o outro em frente à antiga sede de praia do Bahia. Os taxistas que irão operar nos dias de shows cobrarão a bandeira dois, mas o sindicato diz que descontos podem ser negociados. Serão cerca de 6 mil taxistas, segundo a Semob. Cerca de 700 mototáxis foram credenciados pela prefeitura para trabalhar já no Réveillon.

Vai ter mototáxi? Sim! Serão três pontos oficiais  e cerca de 700 mototáxis foram credenciados pela prefeitura para trabalhar no Réveillon. Eles serão fiscalizados por cerca de 150 agentes da Semob. Os pontos para os mototáxis ficam todos na Avenida Octávio Mangabeira: um no acesso ao antigo Centro de Convenções, outro na Praça Osório Villas Boas (antiga sede do Bahia), sentido Itapuã, e mais um em frente ao Restaurante Yemanjá.

Quer pegar um táxi triciclo? Os táxis triciclo funcionarão até sábado (30). Os equipamentos - que normalmente ficam na Praça da Sé - farão a viagem por R$ 5. Para quem for de bicicleta, haverá paraciclos.

Os turistas contarão com uma mordomia especial. Eles poderão ter transporte gratuito dos hotéis até a Arena Daniela Mercury, graças a uma parceria com a Salvador Bus.

Vai estacionar? Quem não usar o transporte público e for de carro contará com mais de 2.800 vagas de estacionamento. Serão 1,5 mil vagas no antigo Aeroclube e mais 1.330 na Zona Azul.

Saiba onde estacionar
* Dentro da Arena Daniela Mercury 
Serão  1,5 mil vagas num estacionamento montado no antigo Aeroclube. Lá, a vaga custará R$ 30 e dará acesso exclusivo ao local da festa;
* Zona Azul  No entorno do local da festa, serão disponibilizadas mais 1.330 vagas, de zona azul - a R$ 20 -,no Jardim de Alah, na Avenida Octávio Mangabeira (após Av. Jorge Amado), e nas quadras da Boca do Rio.

Vai de Uber ou carona? Se ligue! Você não poderá parar em qualquer lugar - foram estabelecidos pontos de embarque e desembarque: quem chegar à Arena deve parar no lado direito da Avenida Octávio Mangabeira, sentido Itapuã, entre o restaurante Yemanjá e o posto de combustível. Para a saída, este ponto passará para o lado oposto da via, entre a saída da Avenida Simon Bolívar e o Yemanjá, sentido Pituba.

Mora na região? Você não vai precisar comprovar o endereço para ter acesso, já que a única via interditada será a que foi inaugurada recentemente atrás do terreno do Aeroclube.

Sério que tem wi-fi?

Oitenta antenas de internet vão garantir wi-fi para quem quiser postar selfies no Instagram, ao vivos da contagem ou mandar aquele áudio com desejos de Feliz Ano Novo durante o Festival Virada 2017. A velocidade mínima para quem acessar será 0,5 MB e poderá chegar até 60 ou 70 MB, se você der a sorte de estar sozinho próximo a uma antena. Para ter acesso, você deve procurar a rede Wi-fi #conecta_salvador.

Prepare-se para a revista...

Policiais militares e guardas municipais irão revistar todos os que forem curtir o Festival Virada Salvador na Boca do Rio, em busca de armas, drogas, objetos perfurocortantes e bebidas. Não é permitida a entrada de garrafas de vidro, por se tratar de um objeto perfurocortante, inclusive de espumante. 

E se bater a fome?

Na hora em que bater aquela fome você tem três opções. Pode ir até a Vila Pelourinho, onde ficará o espaço gastronômico com seis restaurantes, ou procurar um dos sete food trucks, que servirão coxinha, hambúrguer, tapioca, yakisoba, entre outros. Na Feira Criativa, além de estandes de economia criativa, acessórios e camisetas, haverá aqueles de gastronomia. 

Tem salva-vidas? E ambulâncias?

A Salvamar disponibiliza uma moto aquática para emergências e colocará 24 salva-vidas de plantão noite e dia orientando a população na areia da praia. Além disso, serão montadas cinco bases elevadas para ajudar no monitoramento. Para atender a ocorrências, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) vai disponibilizar um módulo com 20 leitos, sendo que um deles de UTI. A estrutura contará com o dobro de vagas em relação ao ano passado e funcionará das 18h às 6h entre os dias 28 e 31 de dezembro e das 13h às 1h no dia 1º. Três ambulâncias do Samu estarão disponíveis para o público dos shows do Festival Virada Salvador. O Pronto-Atendimento Alfredo Bureau, no Marback, terá equipes reforçadas para servir de unidade de referência. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas