Tudo o que você precisa saber sobre a volta do Bahia aos jogos

e.c. bahia
18.07.2020, 07:00:00
Atualizado: 18.07.2020, 08:28:33
Roger Machado conversa com elenco durante treino na Cidade Tricolor. Ele terá a missão de comandar o Bahia na Copa do Nordeste e Baianão (Foto: Felipe Oliveira/ EC Bahia)

Tudo o que você precisa saber sobre a volta do Bahia aos jogos

Tricolor se prepara para retomada da Copa do Nordeste e Campeonato Baiano

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O momento agora é de contagem regressiva no Bahia. Depois de quatro meses, o tricolor está cada vez mais perto de voltar a entrar em campo.

Na próxima quarta-feira (22), o Esquadrão recebe o Náutico pela última rodada da Copa do Nordeste. Com a Bahia como sede única do torneio, a partida será realizada no estádio de Pituaçu, às 20h.

Um dia depois, na quinta-feira (23), o tricolor volta ao mesmo local, dessa vez para encarar o Atlético de Alagoinhas, às 16h, pelo Campeonato Baiano. Por conta da pandemia, os dois jogos vão acontecer sem a presença da torcida. 

Após tanto tempo sem acompanhar o tricolor, é provável que alguns torcedores já tenham esquecido como era o cenário do Bahia na temporada. Por isso, o CORREIO vai te deixar atualizado e pronto para encarar a maratona de jogos.

Até a pausa no calendário, o Bahia fez sete jogos pelo Nordestão e conseguiu bom desempenho. O tricolor venceu quatro partidas, empatou duas e perdeu outra. Com 14 pontos, é o vice-líder do Grupo A, com a mesma pontuação do líder Fortaleza, sendo superado no saldo de gols (6 a 5).

A boa campanha faz com que a equipe de Roger Machado chegue ao duelo contra o Náutico já classificado para as quartas de final. A disputa agora é apenas pelo primeiro lugar da chave. Assim, o clube sabe também que depois do Náutico terá um novo desafio no sábado, 25, pelas quartas de final. O adversário, local da partida e horário ainda serão definidos.

Vale lembrar que o Bahia usou o time principal em todos os jogos que fez na Copa do Nordeste. O grande destaque é o atacante Gilberto. O camisa 9 balançou as redes quatro vezes e é o artilheiro do torneio.  

O time principal, inclusive, sofreu baixas. Durante a pandemia, o meia Régis foi emprestado ao Cruzeiro e o atacante Arthur Caíke não renovou contrato e voltou para o Al-Shabab, da Arábia Saudita.

Estadual
Em 2020, o Bahia mudou a estratégia e iniciou a disputa do Baianão usando a equipe de aspirantes. Sob o comando de Dado Cavalcanti, o time alternativo fez bonito e estava invicto até a suspensão do torneio. Foram quatro triunfos e três empates em sete jogos.

Os 15 pontos conquistados deixaram o Bahia na liderança e perto da classificação para a semifinal, faltando duas rodadas para o fim da primeira fase.

Na retomada, contudo, o torcedor vai observar mudanças. O time de aspirantes foi desfeito e a equipe que vai disputar a reta final terá uma mescla de jogadores oriundos do sub-23, reservas do principal e atletas puxados das categorias de base

Ao todo, 13 jogadores que estavam nos aspirantes foram incorporados ao elenco - o atacante Gustavo foi negociado ao futebol sul-coreano antes de estrear -, e outros seis foram promovidos do sub-20.

Além deles, jogadores como o meia-atacante Marco Antônio e o volante Elton, que iniciaram o ano lesionados e ainda não atuaram em 2020, devem ser utilizados no estadual.

Na beira do campo, o Bahia também vai ter mudanças. Sem o técnico Dado Cavalcanti, que deixou o clube, Roger Machado vai ser o responsável por comandar as duas equipes nas competições.

Tristeza e alegria
Outros dois torneios que o Bahia disputou nos três primeiros meses do ano foram a Copa do Brasil e a Sul-Americana. No nacional, o tricolor não tem muito do que se orgulhar, pois foi eliminado na primeira fase ao ser derrotado pelo River, por 1x0, no Piauí. 

Já na competição internacional, o Bahia não deu chances ao Nacional do Paraguai. Venceu por 3x0 na Fonte Nova e aplicou 3x1 em Assunção. O time garantiu a primeira vitória internacional jogando fora do Brasil na história e uma vaga na segunda fase do torneio. A competição deve ser retomada em outubro, após o fim da fase de grupos da Libertadores. O rival será definido em sorteio.

Quem foi promovido?

  • Mateus Claus - Goleiro - Aspirantes
  • Matheus Teixeira - Goleiro - Aspirantes
  • Fabrício - Goleiro - Sub-20
  • Douglas Borel - Lateral direito - Sub-20
  • Matheus Bahia - Lateral esquerdo - Aspirantes
  • Jaques - Zagueiro - Aspirantes
  • Ignácio - Zagueiro - Aspirantes
  • Ramon - Volante - Aspirantes
  • Edson - Volante - Aspirantes
  • Yuri - Volante - Aspirantes
  • Douglas - Meia - Sub-20
  • Fessin - Atacante - Aspirantes
  • Alesson - Atacante - Aspirantes
  • Saldanha - Atacante - Aspirantes
  • Caique - Atacante - Aspirantes
  • Thiago - Atacante - Sub-20
  • Edilson - Atacante - Sub-20
  • João Pedro - Atacante - Sub-20

Elenco atual: 42 jogadores

  • Goleiros: Douglas, Anderson, Mateus Claus, Matheus Teixeira e Fabrício
  • Laterais direitos: Nino Paraíba, João Pedro e Douglas Borel 
  • Laterais esquerdos: Juninho Capixaba, Zeca, Matheus Bahia e Giovanni
  • Zagueiros: Lucas Fonseca, Juninho, Wanderson, Ernando, Ignácio e Jaques
  • Volantes: Gregore, Flávio, Elton, Ronaldo, Jadson, Edson, Ramon e Yuri
  • Meias: Rodriguinho, Daniel, Marco Antônio e Douglas
  • Atacantes: Élber, Rossi, Clayson, Gilberto, Fernandão, Alesson, Caíque, Saldanha, Fessin, Thiago, Edilson e João Pedro

Agenda de jogos 

  • 22/7 - Bahia x Náutico (Pituaçu, 20h) - Copa do Nordeste
  • 23/7 - Atlético de Alagoinhas x Bahia (Pituaçu, 16h)  - Campeonato Baiano
  • 26/7 - Bahia x Fluminense de Feira (Pituaçu, 16h) - Campeonato Baiano

Time base: 

  • Anderson, João Pedro, Lucas Fonseca, Juninho e Juninho Capixaba; Gregore, Flávio e Rodriguinho; Élber, Gilberto e Rossi. Técnico: Roger Machado

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas