'Tudo (que o governo faz) é contestado', diz Mourão sobre uso de máscaras

brasil
11.06.2021, 12:13:00
Atualizado: 11.06.2021, 12:16:55
(Arquivo ABr)

'Tudo (que o governo faz) é contestado', diz Mourão sobre uso de máscaras

Vice disse que também dispensaria uso em algumas situações

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O vice-presidente Hamilton Mourão, afirmou nesta sexta-feira que tudo que o governo faz "é contestado", ao comentar sobre a ideia do presidente Jair Bolsonaro de desobrigar pessoas vacinadas ou que já tenham sido contaminadas por covid-19 a usarem máscaras. "A única coisa que eu sei é que nos Estados Unidos o uso do equipamento de proteção foi liberado para quem tomou as duas doses da vacina contra covid", disse.

No entanto, a desobrigação do uso de máscaras em espaços abertos nos EUA se deu devido ao avanço do plano de imunização daquele país. Mourão se defendeu afirmando achar que o uso de máscara é uma "questão de foro íntimo de cada um", dizendo que "cada um sabe onde lhe apertam os calos".

O vice-presidente, que já tomou as duas doses da vacina contra covid-19, afirmou também que dispensaria o uso de máscaras "em alguns lugares", como espaços abertos. "Acho que você fazer uma corrida de máscara sozinho chega a ser até prejudicial", afirmou

Sobre uma afirmação de Bolsonaro, que disse, sem apresentar provas, que Estados podem ter inflado o número de mortos por covid como uma manobra para obter mais recursos federais, Mourão se limitou a dizer que "o presidente tem as fontes dele, quando ele fala, deve ter alguma coisa pra mostrar".

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas