Último dia de festa junina em Salvador tem público animado

salvador
26.06.2022, 21:37:00
Carro elétrico circulou com um trio forrozeiro a bordo no Pelô  (Nara Gentil/ CORREIO)

Último dia de festa junina em Salvador tem público animado

Fãs já esperam por festa do próximo ano

Forró, brincadeiras, comidas típicas e vontade de que o próximo São João já  recomece amanhã. Esse foi o clima do último dia dos festejos juninos na capital baiana. O Centro Histórico seguiu com atrações do Pelô ao Largo de Santo Antônio, e os shows do Parque de Exposições garantiram a animação do público na despedida da festa. 

"Foram dois anos sem meu forró, e já aviso que esses dias não foram suficientes para compensar a falta que fez. Eu amei cada minuto, tô achando tudo maravilhoso, mas já quero o próximo para curtir mais um pouco. Pode ser amanhã mesmo?", brincou Cláudia Assis, no São João do Pelourinho. 

No último dia da vila junina do Pelô, a movimentação começou já no início da tarde, mas com tranquilidade. O público chegava para curtir com a família e aproveitar as atrações voltadas para a criançada, como as apresentações de bandas de forró que cantavam músicas infantis no ritmo forrozeiro, no Cruzeiro do São Francisco. 

Criançada aproveitou para brincar o São João no Pelourinho (Foto: Nara Gentil/ CORREIO)

À noite, todos os largos já estavam com movimentação intensa. Os estabelecimentos comerciais permaneceram abertos e as apresentações ditavam o ritmo da celebração. Entre a Praça da Sé e o Terreiro de Jesus, um carro elétrico circulava todo iluminado com um trio forrozeiro a bordo, recepcionando o público. 

Vinicius Santana, 40, Liziane Borges, 37, Nivania Sousa, 28, são um trisal, e foram com os dois filhos, Sofia e Heitor Souza, de 7 e 3 anos, curtir o último dia da festa. "O melhor é que a gente consegue tanto curtir com as crianças e depois aproveitar os shows da noite. Já fica um pouco mais complicado para elas, mas com jeitinho a gente também consegue", diz Nivania. 

Atração foi o que não faltou. No Terreiro de Jesus, tocaram Samba Papelão, Samba Skorpio, Só Samba de Roda e Samba Tororó. Já no Largo de Pelourinho, a música ficou por conta do Trio Anarriê, Bailinho de Quinta, Pedro Sampaio, Forrozão Maria Bonita, Xote de Anjo e Jaguarama. 

Rosimeire de Jesus da Silva, 52, estava tão contagiada pelo ritmo do Samba Papelão que não parou nem para contar o quanto estava feliz por estar vivendo o São João novamente. "Eu sou apaixonada pelo clima da festa e o forró, mas até se tocar outros ritmos eu danço, porque a festa transforma tudo em alegria", contou ela. 

A caminho do Largo do Pelourinho, passando pelo Largo Tereza Batista, o grupo Samba do Garcia levou o samba junino para o Pelô. Em homenagem à Irmã Dulce, todos os músicos carregavam a foto dela nas camisas que vestiam. "Aqui tem festa, mas também tem fé. Nossa homenagem a Santa Dulce é por tudo que ela fez e faz por nós. Viva ela e viva São João", falou Letícia Horácio, integrante do grupo, conhecida como Pantera Negra do Garcia. 

No Largo do Pelô, as primas Helenildes Paixão, 34, Natália Alves, 23, e Naiara Santos, 28, só conseguiram curtir as atrações no Centro Histórico no último dia do festejo, por causa do trabalho, mas mantiveram a animação. "O importante é garantir pelo menos a despedida e torcer para conseguir aproveitar um pouco mais no ano que vem", torce Helenildes. 

Forró anima os soteropolitanos (Foto: Nara Gentil/ CORREIO)

Já no Parque de Exposições, as últimas atrações da festa junina foram Fagner, Bell Marques, Jonas Esticado, Elba Ramalho, Mano Walter, Zelito Miranda e Israel e Rodolfo. O local ficou lotado, e a alegria e animação estampavam o rosto do público. "Como é que não fica feliz aqui? O São João voltou e a gente tem que aproveitar para curtir e agradecer pela vida", falou João Ferraz, 24.

Como na capital não pode faltar axé nem no São João, Bell Marques comentou sobre a satisfação de fazer essa mistura, antes de subir no palco. "Eu sempre me emociono com a emoção das pessoas e me envolvo também", disse o cantor. 

Em Paripe, no Subúrbio ferroviário, a festa aconteceu na quinta (23) e se despediu mais cedo, na sexta-feira (24), com a presença de nomes como Pablo e a dupla Barões da Pisadinha. O São João acabou, mas ainda tem celebração planejada para o Parque de Exposições. Para festejar a Independência da Bahia, uma comemoração será realizada de 30 de junho a 2 de julho, no local. 

Programação do Parque de Exposições 

30 de junho 
Parangolé, Solange Almeida, Adelmario Coelho, Geraldo Azevedo, Juliette, Bruno e Denner, Calcinha Preta

1º de julho 
Papazzoni, Jeane Lima, Lincon, Safadão, Simone e Simaria, Saia Rodada , Thiago Aquino

2 de julho
Estakazero, Escandurras, Psirico, Flávio José, Luan Santana, Carlinhos Brown, Murilo Ruff, Daniela Mercury, Seu Maxixe, Andre e Mauro 

*Com orientação da subchefe de reportagem Monique Lôbo

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas