Últimos dias de abril são marcados por chuva em Salvador

salvador
29.04.2021, 21:22:33
Atualizado: 29.04.2021, 21:28:01
(Arisson Marinho/Correio)

Últimos dias de abril são marcados por chuva em Salvador

Segundo o Inmet e a Codesal, fim de semana na capital baiana também deverá ser de precipitação

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O penúltimo dia do mês de abril foi marcado por chuvas em Salvador. De acordo com dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), foram registrados 11 mm de precipitação na capital baiana na manhã desta quinta-feira (29), valor que pode ser classificado como “chuva forte”.

Segundo a Defesa Civil de Salvador (Codesal), a Operação Chuva 2021 registrou 59 ocorrências até às 17h05 desta quinta-feira (29). Foram 22 ameaças de desabamento, 11 ameaças de deslizamento, oito deslizamentos de terra, sete orientações técnicas, três avaliações de imóvel alagado, dois alagamentos de imóvel, duas árvores caídas, uma árvore ameaçando cair, um galho de árvore caído, um incêndio e um poste ameaçando cair.

Meteorologista do Inmet, Cláudia Valéria afirma que já choveu 276 mm na capital baiana durante o mês de abril, número próximo da estimativa de 295 mm para esse período de tempo em Salvador. “É uma característica natural deste período do ano em Salvador, e a tendência é que esse tempo nublado e chuvoso continue nos próximos dias”, afirma a especialista. 

Nas últimas 24 horas, as regiões que mais sofreram com a chuva em Salvador foram os bairros da Base Naval de Aratu, São Tomé de Paripe e Pirajá, todos no subúrbio ferroviário soteropolitano. Aratu e Paripe também lideram o acumulado mensal, acompanhados pelo bairro da Palestina.

Para a sexta-feira (30), a previsão do tempo para a capital é céu nublado com chances de até 90% de chuvas moderadas, acompanhadas por rajadas de vento, a qualquer hora do dia. No entanto, não há risco de alagamentos ou deslizamentos de terra. Para o sábado (1º), a chance de é de 90% de chuvas fracas a moderadas, porém, com risco de alagamentos e deslizamentos.

Em caso de emergência, a Defesa Civil de Salvador, que integra a categoria de serviços essenciais do município, permanece com o plantão 24 horas atendendo às solicitações pelo telefone gratuito 199.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas