Um ano parados: profissionais do entretenimento protestam em Salvador

salvador
23.03.2021, 14:54:00
Atualizado: 23.03.2021, 15:02:12
(Acervo pessoal)

Um ano parados: profissionais do entretenimento protestam em Salvador

Cerca de 50 pessoas foram até a Câmara dos Vereadores pedir por socorro

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Há um ano sem poder atuar por conta da pandemia da covid-19, os profissionais do setor de entretenimento de Salvador fizeram uma nova manifestação na manhã desta terça-feira (23). 

Com alegação de que o setor é um dos mais afetados com a crise provocada pela pandemia, já que shows e eventos estão suspensos desde março do ano passado, os profissionais foram até a frente da Câmara de Vereadores de Salvador para protestar.

Com cerca de 50 pessoas, o grupo pediu que os governantes se sensibilizassem com a situação vivida pelo setor e lembrou o baque financeiro sofrido com a ausência do Carnaval neste ano. "É um absurdo o que estamos vivendo. Não afeta só os artistas, que têm dinheiro, mas principalmente quem estápor trás, nos bastidores. As equipes técnicas, de luz, som, são peões mesmo, que não tem como botar comida na mesa. Não temos ajuda nenhuma, não sei o que vai ser da gente", disse um funcionário de uma empresa de entretenimento de Salvador, que pediu para não ser identificado.

Essa não é a primeira vez que o grupo protesta. Em fevereiro, eles foram até a Avenida ACM com faixas e cartazes pedir por socorro. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas