Um novo tipo de turista vem aí: atividades ligadas às viagens devem se adaptar a novas demandas

agenda bahia
15.09.2020, 09:49:01
Atualizado: 15.09.2020, 13:24:54

Um novo tipo de turista vem aí: atividades ligadas às viagens devem se adaptar a novas demandas

Tema será discutido no Agenda Bahia ao Vivo, que acontece nesta quarta-feira (16), às 11h

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Mesmo em um país com uma longa história de crises em sua economia, o turismo brasileiro nunca viveu um momento como o verificado nos últimos seis meses. Aos poucos, o cenário de estabelecimentos fechados, ou com o nível de atividade reduzidos a percentuais ínfimos, vão dando lugar aos esforços para uma retomada com novos padrões que desafiam à inovação. 

O futuro da atividade, uma das mais afetadas pela pandemia e que movimenta a economia de cidades como Salvador, é o tema da edição da Agenda Bahia ao Vivo, que acontece nesta quarta-feira (16), às 11h. O evento com o tema Dados da Gente terá a participação de quatro importantes nomes da atividade no Brasil: Ricardo Freire, criador do site Viaje na Viagem; Cheiko Ako, fundadora e presidente do Blue Tree Hotels; Fernando Botelho, diretor de marketing da Expedia para a América Latina; além de Damien Timperio, CEO da GL Events, que administra o Centro de Convenções de Salvador. A transmissão acontecerá pelo Youtube do CORREIO.

Fernando Botelho acredita que o maior desafio do turismo mundial hoje é que o nível de concorrência aumentou bastante. “O mercado que vai surgir após a pandemia será muito menor e mesmo com uma retomada, o turismo não terá o mesmo tamanho que tinha antes”, avalia. 

A sobrevivência neste cenário vai demandar muita criatividade e inovação, ressalta Botelho. Ele indica que um olhar atento para as tecnologias pode fazer diferença para sobreviver. “É o consumidor quem escolhe a plataforma e quem vive do turismo precisa estar atento para oferecer esses serviços nas plataformas que são buscadas pelo consumidor”, recomenda. 

Fernando Botelho diz que Salvador tem como uma característica importante o fato de ser reconhecida como uma cidade acolhedora, “como toda a Bahia”, ressalta. Por outro lado, tem um desafio para a atração de seu principal público, que é do Sudeste. “É preciso mostrar para as pessoas que viajar de avião é extremamente seguro”. 

Para ele, mesmo quando as condições facilitarem mais os deslocamentos, será necessário que a estrutura turística se adapte à nova realidade. “Hoje fora do Brasil você consegue organizar sua viagem, nos mínimos detalhes à distância. Imagina como vai ser legal poder chegar em Salvador com os bilhetes já comprados para visitar a Ilha de Maré e a Ilha dos Frades, por exemplo”, cita. Ele acrescenta ainda a possibilidade de reunião de várias atrações culturais em um único bilhete, criando assim um roteiro para os turistas. 

Ricardo Freire destaca que atualmente uma dificuldade para Salvador são as praias fechadas, mas acredita num grande aumento de busca pela cidade quando o cenário se reverter. “Quando abrir, vai fazer isso com muito mais segurança porque está sendo mais responsável e vai colher os frutos disso, certamente”.

Chieko Aoki diz que já é possível notar um movimento de retomada em algumas cidades brasileiras. Para ela, esse movimento vai se intensificar com o processo de reabertura dos destinos. “Nas cidades onde existem indústrias, a retomada foi mais rápida assim como nos resorts porque as pessoas tem sentido falta de espaço para sentir a energia da vida com movimentos, encontros com a família, alimentos diferentes, viver o lazer, etc”, diz. Neste caso, a demanda é por segurança.

O Fórum Agenda Bahia 2020 é uma realização do CORREIO, com patrocínio do Hapvida, parceria do Sebrae, apoio da Claro, Sistema FIEB e apoio institucional da Rede Bahia e GFM 90,1.

Conheça os tipos de turistas que existem

Ricardo Freire vai estar no Agenda Bahia ao Vivo
(Foto: Divulgação)

Ricardo Freire é editor do Viaje na Viagem e suas dicas ajudam mais de 1 milhão de visitantes únicos por mês (números pré-pandemia) a embarcar pelo mundo. Nesse Agenda Bahia ao Vivo, Freire vai falar sobre a pesquisa recente que fez sobre intenção de viagens nesses novos tempos e do perfil dos turistas que classificou como abstinentes, ressabiados e despachados e os tô-nem-aíners. No bate-papo, também terá tecnologia. Ele falará sobre a indicação que recebeu para sua empresa trabalhar com Big Data e por que ele escolheu a Bahia para ser seu primeiro destino de viagem, assim que possível. Para Ricardo Freire, assim que as condições de deslocamento permitirem, o estado deverá será um destino bastante demandado, mas para isso precisa se preparar para os desafios dos novos tempos.

O viajante escolhe que  ferramentas usar 

Fernando Botelho é um dos convidados do Agenda Bahia ao Vivo
(Foto: Divulgação)

Fernando Botelho é diretor de marketing para América Latina da Expedia e nesta edição do Agenda Bahia ao Vivo ele vai contar como a Expedia aproveitou a crise para se aproximar dos clientes e parceiros, investir em novos projetos e transformar seu negócio para 2021. A Expedia, como qualquer empresa de turismo do planeta, viu de uma hora para outra contratos serem cancelados. Algoritmos, Inteligência Artificial, Machine Learning, Privacidade e muito capital Humano são alguns dos temas dessa conversa com Fernando, que vai adiantar tendências dos viajantes nesse pré e pós-vacina contra a covid. Para Botelho, o mais importante é que as empresas do setor se lembrem sempre que as pessoas escolhem empresas que tem os mesmos valores que elas.

Reabertura com responsabilidade 

Chieko irá falar sobre o valor do humano na tecnologia
(Foto: Divulgação)

Chieko Aoki é fundadora e presidente da Blue Tree Hotels. A empresária é conhecida como “a dama da hotelaria brasileira” e já recebeu prêmios como uma das mulheres de negócios mais influentes do Brasil. Trabalhou em diversos lugares do mundo, como Estados Unidos, Ásia e Europa, e buscou se reiventar, depois de uma história familiar, para criar uma das principais redes de hotéis do País. Chieko irá falar sobre o valor do humano na tecnologia e o aprendizado que vem dos baianos nessa pandemia. Para ela, o maior desafio da atividade depende da capacidade de convencimento das pessoas quanto à necessidade do cumprimento das regras de segurança sanitária. Segundo ela, os sinais de retomada já são percebidos em algumas regiões do país, onde já houve flexibilização. 

O segmento de eventos também é essencial 

Damien irá mostrar quais são os planos da GL para a capital baiana
(Foto: Divulgação)

Damien Timperio  é CEO da GL events no Brasil, um dos principais players do mercado de eventos no mundo. Em Salvador, a empresa tem a concessão da gestão do Centro de Convenções pelos próximos 25 anos. Damien irá mostrar quais são os planos da GL para a capital baiana e sua visão para o turismo de negócios e a retomada de eventos e festas no Brasil, no pós-pandemia. Para ele, existe não apenas o espaço para um retorno responsável das atividades relacionadas aos grandes eventos, como uma necessidade. Apesar de reconhecer a importância das medidas de isolamento para o controle da pandemia, ele alerta que o segmento de eventos precisa de um norte para se planejar e ressalta que há um grande risco para o futuro, principalmente entre as micro e pequenas empresas.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas