USF de Fazenda Grande III vai atender 650 pessoas por dia  

salvador
13.04.2020, 15:10:00
Atualizado: 13.04.2020, 15:10:29
((Foto: Max Haack/Secom))

USF de Fazenda Grande III vai atender 650 pessoas por dia  

Unidade vai oferecer atendimento médico para 16 mil pessoas do bairro

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A Unidade de Saúde da Família (USF) de Fazenda Grande III, em Salvador, vai beneficiar com atendimentos médicos cerca de 16 mil moradores do bairro. Quatro equipes de Saúde da Família e outras quatro equipes de Saúde Bucal vão atender 650 pessoas por dia na unidade.

A nova USF fica localizada na Rua Demerval de Souza Gusmão e foi inaugurada nesta segunda-feira (13) pelo prefeito ACM Neto, ao lado do vice-prefeito e secretário de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), Bruno Reis, e do secretário de Saúde do município (SMS), Leo Prates.

Neto disse que a prefeitura tem investido na ampliação da atenção básica de saúde desde o primeiro ano de sua gestão. Segundo ele, com a inauguração da nova USF em Fazenda Grande III, a prefeitura chega a 72,16% de cobertura básica no Distrito Sanitário de Cajazeiras. Antes, o número era de 21,8%, em 2012.

“Estamos acelerando todos os processos de inauguração das unidades básicas de saúde, colocando em funcionamento todas aquelas que seriam inauguradas com equipes completas. A determinação de inauguração o quanto antes dessas USF tem a ver com todo o enfrentamento ao coronavírus. Dessa maneira, a gente consegue ampliar a nossa base de apoio e, lembrando, essas unidades são as que estão mais próximas das famílias, pois lidam com o dia a dia e será a referência para essas pessoas”, afirmou o prefeito.

(Foto: Max Haack/Secom)

Estrutura
A unidade terá capacidade para atender cerca de 650 pessoas por dia, e contará com quatro equipes de Saúde da Família e outras quatro equipes de Saúde Bucal. A USF tem em sua estrutura, além das salas de consultório e demais ambientes, farmácia e sala de vacina.

Segundo Prates, a USF vai ajudar o sistema de saúde do município na retaguarda. No entanto, caso seja necessário, se um possível pico de infectados da covid-19 chegar, o sistema de saúde estará preparado para atender os casos.

“Se, em determinado momento, Salvador tiver um pico grande que extrapole a capacidade de leitos da cidade, vamos ter que restringir os casos de pulseiras verdes das Unidades de Pronto Atendimentos (UPA’s) para vir para as USF. Foi pensando nisso que o prefeito determinou que fosse feito o máximo de inaugurações, e estamos fazendo a entrega de uma ou duas por semana durante essa pandemia. Esse é um esforço que estamos fazendo para preparar o sistema para eventuais cenários, seja o melhor, tomando as medidas restritivas, ou pior, na ampliação da rede de saúde da cidade”, disse o secretário.  

*Com supervisão da chefe de reportagem Perla Ribeiro

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas