Uso de máscaras também vai ser obrigatório no metrô de Salvador

coronavírus
23.04.2020, 09:31:00
Atualizado: 23.04.2020, 09:40:46
(Foto: Arquivo CORREIO)

Uso de máscaras também vai ser obrigatório no metrô de Salvador

Governo ainda não divulgou quando a medida começa a ser cobrada no meio de transporte

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Os usuários do metrô de Salvador também vão precisar de máscaras para ter acesso ao meio de transporte. Ainda não foi divulgado quando a medida começa a ser cobrada, mas o governador Rui Costa informou que o governo da Bahia já comprou 3 milhões de máscaras e a distribuição deve ter início nos próximos dias. Em Salvador, segundo o governador, serão distribuídas máscaras nas estações de metrô, onde será exigido – após a distribuição ser iniciada – que todos os passageiros utilizem a proteção facial.

“Nós queremos comprar até 10 milhões de máscaras para distribuir para toda a população, porque, se todo mundo estiver usando a máscara, nós vamos conseguir derrubar a taxa de infecção”.  A declaração foi dada pelo governador Rui Costa durante live nas redes sociais, na noite desta quarta-feira (22).

A partir desta quinta-feira (23) o uso do equipamento de proteção facial já é obrigatório para quem vai andar de ônibus ou dirigir carros particulares. O uso das máscaras é uma determinação da prefeitura, que exige ainda o uso do material nos ambientes de trabalho. Por enquanto, a medida é educativa, sem multa para quem desrespeitar a regra. Mas, a prefeitura assegura: o acesso ao transporte será fiscalizado e quem não estiver usando máscara não poderá subir nos ônibus. O decreto estabelece que o usuário do sistema que for flagrado utilizando o transporte público sem o uso da máscara será orientado a deixar o veículo.

Rui pediu que empresários, prefeitos e toda a sociedade se unam em torno de um grande mutirão para fortalecer a produção e distribuição de máscaras no estado. “Com isso, a gente vai poder acelerar a volta à normalidade. Voltar à normalidade significa salvar vidas humanas e, para isso, o uso da mascara é fundamental”, acrescentou o governador durante o pronunciamento ao vivo no Facebook e Instagram.

No último dia 14, foi divulgado o resultado do edital do Governo do Estado que habilitou fabricantes de máscaras artesanais de proteção facial. No total, 603 empreendimentos foram cadastrados, em todos os 27 Territórios de Identidade da Bahia. A  Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) responsável pelo edital, identificou 6.338 máquinas de costura apropriadas a este tipo simplificado de confecção, com 9.969 costureiras e costureiros em condições de trabalharem na fabricação desse equipamento de proteção individual (EPI).

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas