Vacina contra a covid: infectologista tira dúvidas sobre a imunização

coronavírus
13.04.2021, 11:01:33
Atualizado: 13.04.2021, 11:24:25
(Tânia Rêgo/Agência Brasil)

Vacina contra a covid: infectologista tira dúvidas sobre a imunização

A especialista em vacinas Jacy Andrade, do Hospital Cárdio Pulmonar, explica questões sobre a imunização

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A vacinação contra a covid-19 começou há cerca de 4 meses na Bahia, mas ainda gera dúvidas em algumas pessoas. Doação de sangue, efeitos colaterais e combinação entre vacinas são algumas questões que ainda estão em discussão entre a população.

A especialista em vacinas Jacy Andrade, do Hospital Cárdio Pulmonar, explica questões sobre a imunização e defende que esta é, sem dúvida, a melhor arma para o combater uma doença viral.

“É nossa melhor arma contra a pandemia. Se você está entre os grupos elegíveis, vacine-se! E se já tomou a primeira dose, fique atento ao calendário para a segunda dose”, diz a infectologista, lembrando que os vacinados devem continuar as medidas de prevenção: uso de máscara, distanciamento social e higiene de mãos.

Tire suas dúvidas sobre a imunização:
Qual o tempo a ser observado entre a vacina contra covid-19 e outras vacinas?

Jacy Andrade - Quem tomou vacina contra outras doenças, inclusive gripe, deve fazer um intervalo de 14 dias para receber a vacina contra covid-19. O mesmo intervalo deve ser respeitado entre tomar primeiro a vacina contra a  covid-19 e realizar outra vacinação, exceto no uso emergencial das vacinas contra raiva ou tétano, por exemplo.

Quem foi vacinado contra a covid-19 pode doar sangue?
Jacy Andrade - Sim, é possível doar, respeitando os respectivos períodos, após cada dose. Após a Sinovac/Butantan, a doação deve ser feita a partir de 48h. Se a vacina foi a AstraZeneca/Fiocruz, a doação de sangue deve ser evitada até 7 dias depois da imunização.

Quem já teve infecção pelo novo coronavírus confirmada deve ser vacinado contra a covid-19?
Jacy Andrade – Sim. Quem já teve infecção sintomática ou assintomática para covid-19 e/ou tem anticorpos para Sars-Cov-2 pode e deve se vacinar.

Quem está com febre deve tomar a vacina?
Jacy Andrade - Quem estiver com doença febril aguda, moderada ou grave deve adiar a vacinação até resolver o quadro clínico para não atribuir à vacina as manifestações de outra doença.

E qual a orientação para os alérgicos?
Jacy Andrade - Se a pessoa tem alergia a algum componente de uma vacina, não deve usá-la. Nas vacinas disponíveis, há vários componentes, mas ovo não faz parte de nenhum dos imunizantes atualmente aplicados no Brasil contra a covid-19. Sendo assim, até o momento, a alergia a ovo não é contraindicação para se vacinar. Nos componentes das duas vacinas disponíveis até agora (Coronavac/Butantan e Oxford/AstraZeneca/Fiocruz), não há ovo, coco, anti-inflamatório, nem dipirona.

Quem tomou a vacina contra a covid-19 pode transmitir Sars_Cov-2?
Jacy Andrade - Nenhuma vacina protege 100%. Quem tomou a vacina pode se infectar, mas se espera que tenha formas mais leves do que quem não se vacinou. Por isso, uma vez que se contamine, pode também transmitir o vírus, inclusive para pessoas que ainda não foram imunizadas e têm risco de desenvolver a forma grave da doença.

A vacina da Oxford pode ser tomada em única dose?
Jacy Andrade - A vacina da Oxford é recomendada pelo fabricante e pelo Ministério da Saúde em duas doses, com intervalo de 12 semanas. Não há informação dos órgãos oficiais, até o momento, que haverá aplicação em esquemas reduzidos.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas