'Vamos começar a ganhar a partir de sábado', avisa novo técnico do Vitória

e.c. vitória
26.04.2022, 17:37:00
Técnico Fabiano Soares é apresentado pelo Vitória (PIETRO CARPI / ECV)

'Vamos começar a ganhar a partir de sábado', avisa novo técnico do Vitória

Apresentado, Fabiano Soares estreia contra o Manaus, na Série C do Brasileiro

Desconhecido para boa parte dos torcedores do Vitória, Fabiano Soares terá a missão de conquistar a nação rubro-negra. Para conseguir isso, ele precisará reabilitar o Leão na Série C do Brasileiro e comemorar o acesso ao final da competição. "Eu tenho uma proposta de jogo bastante clara. Eu vou demonstrar com meu trabalho que a coisa vai funcionar e as críticas vão mudar", garantiu o novo técnico, apresentado na tarde desta terça-feira (26).

Terceiro treinador a comandar o Vitória na temporada, ele assume o posto de Geninho, demitido no último dia 20, após a derrota por 3x0 para o Fortaleza, no jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil. Antes, Dado Cavalcanti havia iniciado o trabalho. Fabiano disse não temer a instabilidade do cargo na Toca.  

"Não tenho medo. A bola pode não entrar, mas eu tenho certeza que a bola vai entrar. Eu estou feliz. Quando alguma equipe vier jogar aqui, vai ser complicado ganhar algum jogo aqui. Vamos ter as ideias claras e a forma de jogar. Estou seguro que vamos começar a ganhar a partir de sábado", projetou Fabiano Soares.

A estreia dele será contra o Manaus, sábado (30), às 19h, no Barradão, em jogo válido pela 4ª rodada da Série C do Brasileiro. O Vitória perdeu os três primeiros jogos que disputou na competição, contra Remo (2x1), Floresta (1x0) e Ypiranga-RS (2x1). Ainda sem pontuar, o Leão amarga a zona de rebaixamento, na 18ª posição. 

"Difícil falar do que não deu certo, eu não estava aqui. Eu só acho que tem que ter um roteiro de início, com ideias muito claras, ter uma equipe que jogue a cada vitória, sempre proativa, mandando no jogo, obrigando o adversário a rifar a bola. Somos a equipe grande", pontuou o novo técnico. 

Fabiano Soares tem 55 anos, é carioca e foi volante revelado pelo Botafogo. Como atleta, fez carreira em times modestos da Espanha, país onde  iniciou a trajetória como treinador em 2008. Trabalhou no Bergantinos, no Compostela e no Estradense. Depois, após um período como auxiliar técnico, voltou à função de treinador em 2015, no Estoril, de Portugal. 

A primeira oportunidade no Brasil foi no Athletico-PR, em 2017, mas acabou demitido com a marca de ter o pior aproveitamento entre os técnicos que haviam comandado o Furacão naquela década - 42,8%, fruto de 10 vitórias, 6 empates e 12 derrotas. De volta ao exterior, assumiu o Jeonnam Dragons, da Coreia do Sul, em 2019.

“Eu tinha muita vontade de voltar para um time grande no Brasil. É uma honra e me preparei para isso. Recebi a chamada e estou preparado. Era impossível falar que não. Estou muito feliz. Não vou prometer nada, mas sim trabalhar 24h por dia para essa dinâmica mudar e trazer o torcedor de volta ao estádio”, disse Fabiano.

"Não vou pedir nada a nossa torcida, pois sei que nós é que temos que oferecer. Vamos jogar com a cara do Vitória, pois sempre que eu vim jogar aqui era complicado. Vamos pouco a pouco reverter e trazer vitórias para que os torcedores voltem com alegria ao nosso estádio”, completou o técnico, que comandou o primeiro treino esta tarde e terá mais três atividades até o jogo contra o Manaus.

Fabiano trabalhou em um clube brasileiro no ano passado, o Barra, de Santa Catarina. Ficou dois meses, de abril a junho, e comandou a pré-temporada para a segunda divisão do Campeonato Catarinense, mas acabou demitido duas semanas antes da estreia. 

"Me pediram para organizar e introduzir o modelo de jogo. Eu fui, contratei, implementei e chegou um momento que teve um conflito lá. Eu preferi não começar o campeonato e ir embora, mas o modelo de jogo estava formado e, ao final, eles subiram. Foi decisão minha. Eu preferi não estar em um lugar em que, ao início da competição, eu tive uma divergência com uma pessoa", contou o técnico.

No Vitória, Fabiano Soares terá o apoio de Ricardo Amadeu, que deixa a coordenação da base para voltar a ser auxiliar técnico fixo do time profissional. Felipe Lannoy assume o cargo que era dele. 

Confira a seguir outros trechos da entrevista do técnico Fabiano Soares:

Estrutura da Toca do Leão

Hoje de manhã tivemos um tour pelo clube e achei fantástico. Temos todas as condições de trabalho. Fui contratado para sacar rendimento desse plantel, não posso pedir mais.

Conhecimento do elenco

Conheço os que estão jogando. Muitos conheço, porque a gente baixa hoje muitos jogos pelas plataformas. Domingo eu vi o jogo, contra o Fortaleza também. Nossa função é estudar. Conheço bastantes jogadores e o Ricardo (Amadeu) vai nos ajudar bastante.

Rejeição à contratação

Em 2017, no Athletico-PR, eu cheguei e a equipe estava lá embaixo. Eu tinha um roteiro, confiei na minha proposta de jogo. Eu tenho uma proposta de jogo bastante clara. Eu vou demonstrar com meu trabalho que a coisa vai funcionar e as críticas vão mudar.

Estratégia e modelo de jogo

A estratégia é um modelo de jogo que vai ser diferente. Quero que a gente tenha iniciativa do jogo. É esperar para saber com quais jogadores posso contar pra formar o 11. O modelo de jogo não pode ser fechado, precisa ser versátil. Acho que vamos definir uma equipe forte. A ideia é boa, porque temos essas peças. São 39 atletas aqui. Vão ficar menos para o trabalho ser correspondido, mas o Brasil tem muitos jogadores bons e o Vitória sempre foi um celeiro. Acho que não vai ter nenhum problema. É mudar o esquema de jogar e dar um chip novo na cabeça desses jogadores que as coisas vão mudar.

Trabalho com a base

A base sempre é a chave de tudo. Eu comecei no Botafogo de pequeno, todo mundo elogiava, mas o Botafogo não tinha coragem de me colocar. Aqui eu acho que sempre tivemos uma boa base. É impossível não ter bons jogadores. Se o garoto tem mais vontade dos que estão aqui, vai jogar e, se for melhor, vai jogar. Quem joga são os melhores.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas