Veja o passo a passo para entrar na prioridade da vacinação por comorbidade

coronavírus
03.05.2021, 14:22:00
Atualizado: 03.05.2021, 14:24:25
(Arquivo CORREIO)

Veja o passo a passo para entrar na prioridade da vacinação por comorbidade

Imunização desse grupo começou nesta segunda em Salvador

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A vacinação de pessoas com comorbidades que estão elencadas no Plano Nacional de Imunização começou nesta segunda-feira (3) em Salvador. Para conseguir ser vacinado, é preciso estar com nome cadastrado no site da Secretaria Municipal da Saúde e no ato da vacina apresentar documento oficial de identificação com foto.

Se não estiver cadastrado no sistema de saúde, a orientação é procurar a unidade em que é acompanhado para que o médico faça a avaliação e inclusão na lista. Isso vale tanto para pacientes da rede pública quanto a privada. O cadastro acontece em um site da prefeitura, com acesso restrito a médicos. O profissional acessa a plataforma com mesmo login e senha da área restrita do site do Cremeb. O nome do portador da comorbidade estará disponível no portal da SMS no dia subsequente ao cadastro efetuado pelo médico.

“Disponibilizamos uma ferramenta que deverá ser utilizada pelos médicos, a fim de atestarem a comorbidade dos seus pacientes para que os mesmos tornem-se aptos à vacinação. Parte dos cidadãos atendidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) já são incorporados automaticamente a lista da imunização. Outra parte, cujo a comorbidade necessita de especificidades mais detalhadas para serem contempladas pela estratégia, precisa ir até a unidade onde são acompanhados para que o profissional faça a avaliação e cadastro, caso necessário”, explica Adielma Nizarala. 

Veja o passo a passo do processo, divulgado pela prefeitura:

1-    Ir até o site de comorbidades da prefeitura e verificar se o nome já consta na lista das pessoas elegíveis para vacinação;

2-    Caso não esteja na lista, o portador da comorbidade deve procurar o médico onde é acompanhado – tanto da rede pública quanto da rede privava;

3-    O médico vai analisar o relatório clínico do paciente e verificar se o mesmo está dentro das comorbidades elencadas pelo Plano Nacional de Imunização;

4-     Caso esteja elegível, o médico incluirá o nome do paciente na lista de habilitados para campanha de vacinação contra covid-19 através do portal;

5-    O nome do paciente estará disponível no portal da SMS no dia subsequente ao cadastro efetuado pelo médico.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas